domingo, 22 de janeiro de 2017

CATARINENSE 2017: INTERNACIONAL DE LAGES, by Rodrigo Santos

ESPORTE CLUBE INTERNACIONAL
Fundação: 13 de junho de 1949
Cores: Vermelho e Branco
Estádio: Vidal Ramos Júnior (Municipal) - 12.000 lugares
Presidente: Cristopher Nunes
Técnico: Joel Cornelli
Ranking "BdR" 2016: 6o. lugar
Catarinense 2016: 6o. lugar


O colorado da Princesa da Serra, bem estruturado desde o seu retorno ao futebol na terceira divisão, teve um 2016 razoável. No campeonato estadual ficou em sexto, caindo duas posições em relação ao ano anterior. Já na Série D, o Inter teve a melhor participação entre os catarinenses. Após passar pela fase de grupos e eliminar o Caxias na segunda fase, acabou parando no Ituano, ficando muito próximo do acesso. O time mostrou ter encontrado um caminho para se organizar. Usa uma estratégia de montagem diferente dos outros e se dá bem.

Exemplo é o comando técnico. Note que o colorado vai meio que na contramão de outros times do seu porte que busca, na grande maioria das vezes, um nome já rodado. Primeiro veio Mabília, que poucos sabiam do seu trabalho como técnico, e fez boa campanha. No ano seguinte, Waguinho Dias passou por Lages e deixou boa impressão. Para 2017, chegou a vez de mais um novato no Estado: Joel Cornelli, de 49 anos, que iniciou seu trabalho em 1999 quando, junto com Tite, surpreendeu o Grêmio para levar o título do Gauchão. Daí em diante, rodou pelo país e até pelos Emirados Árabes, ganhando uma oportunidade no Internacional. Boa indicação ele teve.

O time colorado tem vários nomes conhecidos de outras jornadas, como o bom goleiro Neto Volpi, qu passou pelo Tubarão na segundona, e os volantes Michel Schmoller, um dos destaques na temporada passada, e Parrudo, outro que jogou a segunda divisão no sul do Estado. Da nova leva de reforços, destacam-se o atacante Paulo Henrique, natural de Lages e que tem passagens por Atlético-MG e Paraná, e Enercino, de 29 anos, vindo do Sampaio Corrêa e com bastante rodagem pelo futebol do Nordeste.

Desta vez, o Inter não tem um Marcelinho Paraíba (que tinha contrato com o clube para este ano mas acabou indo para a Paraíba depois de uma briga na justiça), mas possui atletas que podem render bem no Estadual. Sempre rendendo bem dentro do seu estádio, o colorado vem para manter a média de boas participações no campeonato.

Fonte: blogdorodrigo.org

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

A MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS FOI ATIVADA. Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos, antes de serem publicados pelo autor do Blog.

Odontokist

Arquivos do Blog

  ©André Tarnowsky Filho - Todos os direitos reservados.

Modificado por Marcos TOTÔ | Template by Dicas Blogger | Topo