segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Bom dia, Azurras - nº 2.467

PONTO SOMADO
Avaí empatou na tarde-noite de ontem, 0 a 0 com o Joinville, no Norte do Estado, em partida válida pela quinta rodada do Campeonato Catarinense, resultado que lhe garantiu a liderança bem como o fato de ser a única equipe invicta na competição.

O Coelho começou melhor, dominando a partida, mas sem causar problemas para o goleiro Kozlinski, que pouco trabalhou na partida de ontem. Além disso, o "fôlego" do Tricolor do Norte do Estado acabou cedo, e já a partir do 10-15 minutos da primeira etapa, o Leão tratou de dominar a partida.

No primeiro tempo, a melhor oportunidade de gol foi do Avaí, com Júnior Dutra obrigando o goleiro do JEC a fazer uma bela defesa, deixando o placar inalterado.

Para o segundo tempo, o Leão voltou pressionando, e com um minuto, Marquinhos quase marcou em jogada que terminou em escanteio para o Avaí.

Porém, aos cinco minutos, após mais um bom ataque avaiano, um chute de Rômulo resultou num pênalti bem marcado pelo árbitro Sandro Meira Ricci. Porém, quando  todos imaginavam que o Leão poderia abocanhar mais três pontos ganhos, o meia Marquinhos cobrou forte, mas no meio do gol, facilitando a defesa do goleiro. No rebote, a bola sobrou para três jogadores do Avaí, mas coube a Leandro Silva isolar a bola, chutando por cima.

A perda do pênalti parece ter abalado o time do Avaí, permitindo que o JEC crescesse no jogo, mas sem levar perigo para o gol de Kozlinski.

Com o decorrer do segundo tempo, o técnico Claudinei Oliveira, que havia perdido Capa na primeira etapa, acabou tendo que substituir Luan, por contusão, e um pouco mais tarde, aos 35 minutos, sacou Marquinhos para a entrada de Santarém.

Curiosamente, a partir dessa última substituição, o Avaí cresceu e dominou a partida, quase marcando através de Rômulo e tendo ataques sucessivos que sempre esbarraram no bom goleiro do Coelho.

Numa partida relativamente igual, as melhores chances no decorrer de todo o jogo pertenceram ao Avaí.

Ainda que se diga que o pênalti fez diferença, e fez mesmo, há que se considerar que, se não fez uma grande partida, o Leão jogou com o regulamento embaixo do braço, mantendo a liderança da competição com uma vantagem considerável para o segundo colocado.

Terminado o jogo, 0 a 0, sendo bem franco, entendo que o Avaí somou um ponto na busca da conquista do turno do Campeonato Catarinense. Simples assim.
Foto: JEC




O TIME DE CLAUDINEI OLIVEIRA
Como comentei ontem, o técnico Claudinei Oliveira não deu margem de dúvidas sobre o substituto de Denilson, optando mais uma vez por colocar Júnior Dutra para iniciar a partida.


Dessa forma, o Avaí começou jogando com a seguinte escalação: KozlinskiLeandro Silva, AlemãoBetão CapaLuanJudson,Marquinhos Diego JardelRômulo Denilson.





OPÇÕES NO BANCO DE RESERVAS
Para o banco de reservas, o técnico Claudinei Oliveira tinha à sua disposição um outro time, a saber: Douglas (goleiro), Salazar (zaga), Gustavo Santos e João Paulo (laterais), Ferdinando, Lucas de Sá Caio César (volantes), ToshiMarcelinhoJúnior Dutra e Santarém (atacantes).

Porém, na partida de ontem, quando normalmente volta para o segundo tempo com o mesmo time, dessa vez o técnico avaiano teve que mexer ainda no primeiro tempo...




AS ALTERAÇÕES

Como citei acima, logo na primeira etapa, aos 29 minutos, o técnico Claudinei Oliveira sacou Capa, que já tinha cartão amarelo, estava sendo pressionado pelo ataque joinvilense, e num choque com o adversário, acabou caindo de mau jeito, dando a impressão de ter sido uma contusão mais séria. Porém, Capa logo se recuperou, mas quando pensou em voltar, João Paulo já estava jogando em seu lugar.



Para o segundo tempo, o treinador acabou fazendo mais duas substituições. A primeira, aos 29 minutos, com Caio César entrando no lugar de Luan, contundido. E a segunda, aos 33 minutos, saiu Marquinhos para a entrada de Santarém


Dessa vez, indubitavelmente, as substituições deram mais consistência ao time do Avaí, e até o contestado João Paulo acabou fazendo uma boa partida, ao menos defensivamente.




O ALERTA DO CARLOS AVAIANO
"13 pontos, invicto e líder absoluto, tudo bem, mas se M10 estivesse na melhor de sua forma e aceitasse os conselhos dos torcedores que deixam aqui seus comentários, em mudar a posição das cobranças de pênaltis, talvez somaríamos 15 e mais uma vitória. 

É preciso somar o maior número de pontos para trazer a decisão para nossa bela Ressacada.


Todo goleiro escolhe um canto, mas quando enfrenta um batedor que escolhe sempre o mesmo lugar, ele se dá bem, foi o caso hoje.


É bom o Battistotti mapear um bom meia para a série A enquanto o mercado está aberto, se não vamos ter sérias dificuldades de se manter na elite."


Comentário do associado do Avaí, Carlos Henrique da Rosa, o Carlos Avaiano, com quem assino o comentário. Faço apenas uma observação, sem entrar nos méritos e na história de Marquinhos: há que se repensar seu aproveitamento. Está visível que aquela situação cantada por Joceli dos Santos, de que "voaria" este ano, não está acontecendo. 




PIOROU, MAS ESTÁ ÓTIMO
O Avaí começou a quinta rodada com 5 pontos de diferença para o segundo colocado, o Tigre, e também para o terceiro, a Chape, com 12 a 7. O Leão somou um ponto e chegou aos 13 pontos ganhos, mas seus adversários mais diretos perderam na rodada...

Assim sendo, coube ao Brusque assumir a segunda colocação, somando 9 pontos ganhos, o que ainda dá uma bela margem de segurança ao Avaí, 13 a 9. E tal panorama pode ficar ainda melhor se o Leão confirmar o dever de casa na próxima rodada, no domingo, dia 19, quando recebe exatamente o vice-líder, o Bruscão.

Capricha, Leão!




EMBOLADO
O Bruscão fez 3 pontos com Mauro Ovelha, em cima "doladelá", mas não resistiu aos 4 a 0 para o Tigre e 2 a 0 para o Metrô, demitindo o festejado técnico. Pingo, ex-Avaí, somou mais 6 pontos, contra Tubarão e Chape. Um surpreendente segundo colocado!

Criciúma, Figueirense, Internacional e Chapecoense, nessa ordem, somam 7 pontos ganhos cada um, mas em relação a eles, o Avaí está com 6 pontos de vantagem, ou seja, duas rodadas, lembrando que para a conclusão do turno, faltam apenas 4 delas...

Almirante Barroso e Joinville, com 6 pontos ganhos, ainda respiram, mas dificilmente conseguirão tirar essa diferença de 7 pontos em relação ao Leão...

Decepção é o Atlético Tubarão, o lanterna, que pintaram como a "grande sensação" antes de começar a competição, com apenas um ponto ganho, e com o "amigo da mídia", o técnico Mabília, pedindo demissão após a derrota para o Inter de Lages...




APITO AMIGO
Não sou eu quem está falando, mas Júnior Moresco, ex-integrantes da comissão de arbitragem da FCF. A bronca registrada no twitter diz respeito a arbitragem de Willian Machado Steffen, na partida Figueirense 4x2 Criciúma.

Não assisti ao jogo, mas soube que anularam dois gols do Tigre na segunda etapa, quando o "doladelá" já havia construído o placar...

Uma coisa é certa: com Delfim ou sem Delfim, ao que parece, o "apito amigo" está a todo vapor para recuperar o "doladelá"...





MUDANÇA DE FOCO
Agora o Avaí muda o foco: sai o Campeonato Catarinense e entra a Copa do Brasil, visto que na quarta-feira, dia 15, o Leão entra em campo para enfrentar a Desportiva Ferroviária, em Cariacica, no Espírito Santo, no estádio Engenheiro Alencar Araripe, às 19h15min.

Como se sabe, o Leão está melhor classificado que o time capixaba no ranking da CBF, e por isso mesmo leva vantagem nessa partida única: vitória ou empate, classificam o Avaí para a segunda fase.

Dá-lhe, Leão!




AMADORISMO
Algumas situações são bem curiosas. Quando o presidente do Avaí mandou devolver os uniformes de treino confeccionados pela Umbro, houve muita ironia em função das camisas terem vindo com um azul mais escuro do que devia.

No lançamento das camisas e de todo o material, no último dia 26 de janeiro, as críticas não pararam em função do tom do azul, que pra mim não faz qualquer diferença. Já disse que tenho mais quilômetros rodadas que muita gente e vi esse azul celeste no nosso manto sagrado nos anos 70. Mesmo assim, na sequência, o Leão estava enfrentando o Tigre de roupa nova...

Mas o que dizer de um clube que planeja uma festa para apresentar o novo uniforme, traz um ídolo do Vasco da Gama para ser o protagonista da festa, e no dia seguinte enfrenta o mesmo Tigre com o uniforme antigo?

Pior que isso, enganaram o torcedor: as camisas da pré-venda, aquelas que não se conhece o modelo, são diferentes das apresentadas na festa...

E os amadores estão no Sul da Ilha...




FESTA DE AVAIANOS
O segunda-feira será de festa para alguns avaianos. É que eles, assim como este que vos escreve, estão trocando de idade...

Desde já, deixo meu abraço para a querida e bela Ana Luiza Schütz, para a não menos bela Lavinya WeillerElizabeth VidalPriscila KruchAlisson MaquieiraMarcelo Gasparino da Silva, Sérgio Paulo Bersano e aos amigos Murilo SilvaLuiz Carlos Teixeira, este último mais conhecido pela torcida do Avaí como o "Mo quirido".

Além do aniversário dos nove, só para lembrar, hoje faz 11 anos do "gol mil em clássicos", Fábio Oliveira do Leão, que com prazer repetirei na postagem das 14 horas de hoje... 

Mais tarde volto ao assunto no "CARNÊ SOCIAL", às 16 horas, com a foto dos aniversariantes de hoje. Parabéns para todos nós!






Saudações AvAiAnAs!

40 Comentários:

Sérgio Bayestorff disse...

Feliz aniversário André. Muita saúde .

José Antônio disse...

Parabéns à todos os aniversariantes do dia, especialmente á você André.

Daniel Salles disse...

Parabéns André, feliz aniversário!

Mais uma vez o time jogou dentro do padrão, não venceu por detalhe, eu gostei.

Perder pênalti faz parte, mas já está muito manjada essa cobrança do Marquinhos, antes de bater pensei comigo: "tomara que não bata no meio de novo..." Se fosse alguém que não tem qualidade para bater no canto até entendia.

Quarta feira imagino que o Avaí vá com força máxima, o novo regulamento não permite mais que o time visitante esnobe a partida de ida!

André Tarnowsky Filho disse...

Obrigado, presidente Bayestorff!

André Tarnowsky Filho disse...

Obrigado, Daniel Salles!

Sim, perder pênalti faz parte. O problema está no aproveitamento de Marquinhos, visivelmente sem condições de jogo.
Quarta-feira não tem como botar time misto ou reserva. É vencer ou empatar, para colocar mais uma graninha no bolso.

Jean Rosa disse...

Parabéns André.. Tudo de bom Felicidades e muita Lora Gelada!!!
Mesmo dia do meu filho, hoje é um dia especial!!!

#UrraLeão

Fernando TS disse...

Indiscutivelmente, Marquinhos é o grande ídolo da minha geração de torcedores. Entretanto, concordo com o Carlos Avaiano: o Avaí precisa monitorar e contratar um camisa 10. Claro que essa é uma busca ingrata, pois estão todos atrás desse jogador que faça aquele passe magistral, mas precisamos desse jogador. O M10 não vai suportar uma temporada inteira. Está muito lento e com pouca agilidade, embora não tenha perdido a sua qualidade do passe. O Marquinhos serve para o elenco, mas não para ser “o cara” do time. Pelos jogos que tenho acompanhado do campeonato catarinense, creio que não haja esse jogador entre os adversários do Leão. Provavelmente esse jogador virá de fora, talvez do campeonato paulista.

Para finalizar, deixo a minha surpresa - negativa - com o futebol apresentado pelo Criciúma nesse campeonato. O time começou com pinta de favorito, manteve a base do elenco e fez um primeiro jogo duro contra o Avaí, apesar da derrota em casa. Contudo, tirando o jogo contra o Brusque, o tigre se embananou em todos os Clássicos. O jogo de ontem foi interessante pelo fato de ser bacana ver um jogo de muitos gols, entretanto, uma verdadeira pelada.

Forte abraço aos avaianos!

Fernando TS

André Tarnowsky Filho disse...

Obrigado, Jean Rosa!
Um abração no João Pedro pelos 4 anos!
#UrraLeão!

Daniel Salles disse...

Verdade André, o M10 está visivelmente abaixo do ritmo em comparação com os companheiros.

Tenho esperança que seja por causa do início de temporada e com a idade demore um pouco mais para entrar no ritmo, porque se continuar assim o Claudinei terá um pepino para administrar...

André Tarnowsky Filho disse...

Fernando TS,

Concordo com o que dizes sobre Marquinhos. Aliás, ano passado a intenção já era trazer Régis, do Palmeiras, que acabou no Bahia, visto que o Avaí esbarrou no salário: R$ 150 mil.
Não vai ser tarefa fácil, mas temos que contratar.
Quanto ao Tigre, pelo que vi na estreia, nada de especial. Ontem nem parei para secar...

Abraço!

Raniere disse...

André, parabéns pra ti e aos demais pelo aniversário. Saúde e sucesso para todos.
Sobre o jogo de ontem, fazer um ponto em Joinville nunca foi fácil, embora poderíamos ter trazido os três, mas tudo faz parte do futebol. O que interessa é ver o Avaí jogando mais organizado e sendo objetivo.
Sobre o Marquinhos, que também é ídolo da minha geração, concordo contigo sobre repensar o aproveitamento deste jogador. É, até certo ponto, triste vê-lo correr o mais rápido que pode e não alcançar uma bola tocada com velocidade à sua frente. É uma baita jogador, mas a idade está chegando.
Olhando para a série A, precisamos de um camisa 10 que acompanhe a velocidade do futebol atual. Com a qualidade dele talvez não ache, mas não consigo vê-lo (Marquinhos) "voando" em campo até o final do semestre, o que justificaria uma nova contratação.
Grande abraço.

dclasen disse...

Parabéns André. Saúde, sucesso e muita felicidade. Sobre o jogo, ontem estava em um evento etílico-engordance-infantil e inifelizmente não havia televisão disponível (todas estavam rodando o DVD da XUXA). Mas acompanhei no minuto a minuto e pelo que pude ver o Avai jogou dentro do seu padrão. Isso que venho defendendo desde o final do ano passado. O Avai pode não ter um futebol de Real Madrid, mas o padrão de jogo, o jogo jogado, é extremamente eficiente. Vide que em 5 jogos (sendo 3 foras e contra dois times fortes) tomamos apenas 1 gol (uma besteira no final do jogo contra o Metro). Time está bem, a base é boa e seremos campeões. Tenho certeza.

Luiz Augusto da Costa disse...

Tivemos, ontem, um bom jogo que nos permitiu ganhar um ponto fora de casa e, nos manter na liderança e e, na invencibilidade.
Caso queiramos ser otimistas.
Nossos melhores jogadores, ontem, no meu entender, foram o Alemão, absoluto na área e, o Judson que também fez um bom jogo.
Não quero esquecer de ressaltar a boa partida que fez o João Paulo, sempre tão criticado por todos nós.
O fato negativo foi o Marquinhos, de perna dura, sem mobilidade, não teria como fazer um bom jogo.
Resta ao Marquinhos a qualidade dos passes, já não abundantes como outrora, a maestria ao bater faltas e a liderança em campo.
Marquinhos, mesmo assim é craque com a bola no pé, considerando que, ainda, se espera dele uma jogada diferenciada, um passe magistral, pelo menos quase gol.
Porém, torna-se a cada dia mais distante essa realidade.
Importante seria, entretanto, alguém conscientizar o Marquinhos de que ele não sabe bater pênalti, que é preciso deixar essa incumbência para outros jogadores.
Assim que é marcado pênalti para o Avai, uma raridade, o Marquinhos já põe a bola embaixo do braço, tomando, para si, a prioridade de batê-lo.
Não raro o pênalti é perdido.
Ontem quando o pênalti foi marcado e, vi o Marquinhos com a bola embaixo do braço, falei que não deveria ser ele o batedor, porque ele chutaria no meio do gol e o goleiro iria defender.
Claro, todo mundo sabia onde ele iria chutar a bola e, lá se foram dois pontos preciosos.
Quer dizer, sendo realista, perdemos dois pontos.

Antonio Bernardes disse...

Em relação ao Avaí, perdemos 3 pontos contra o apenas esforçado Joinville. A realidade é que o time do norte é fraco, jogadores velhos, cansados, sem condição. Já o Avaí, entrou desligado, parecia impressionado ainda com a vitória sobre a Chape. Depois deu uma arrumadinha, mais ainda não o suficiente pra vencer. Já o Marquinhos, não era jogo pra ele. Já num campo seco já não é aquelas coisas, imagina num campo encharcado. Precisamos de um meia que pode ser o Dutra. Vamos sentir a falta do Capa no próximo domingo contra o Brusque.

Everaldo disse...

Parabens André, muita saúde, paz e muitos anos de vida com sucesso, para nos fornecer todas as manhãs informações precisas do nosso Avaí.
Abraços...
Everaldo

Kk De Paula disse...

Parabéns, André! Que todos os teus dias sejam Azuis. #vamosembuscadataça

Elite Azul & Branca disse...

Parabéns André,

Muita saúde e felicidades!

Roberto disse...

Byghal, segundo o próprio Mica, ele também disse que o Marquinhos ia perder o pênalti.
Nesse caso, mesmo que a bola fosse no ângulo, o goleiro pegaria.
Eita boca! - RC

Paulo disse...

Parabéns André!! Que a sua cerveja seja muito gelada!!!

Roberto Wendhausen disse...

Parabéns!!!
Saúde, alegrias e muita gelada!
Grande e fraternal abraço!

Adrian Goncalves disse...

O meia para a diretoria é
Vinicius Pacheco que está se recuperando!
E pelo que demostrou o ano passado tem
Jeito pra coisa!

Valter disse...

Passando aqui para apenas cumprimentar o amigo blogueiro , com votos de muita saúde e paz.
O presente irá demorar um pouquinho, mas virá. Será o título do catarinense e a permanência na série A.
Valter Ricardo -Os Teimosos - Garopaba.

Sergio Nativo disse...

Vamos ser sinceros: Bater penalti nunca foi o forte de M10. Mesmo os que converteu, sempre foram mal batidos.
Parabéns mô quirido!

Carlos avaiano disse...

André parabéns, saúde e bênçãos para iluminar cada dia mais os seus pensamentos fazendo comentários importantes e nos deixando sempre bem informados das coisas do nosso leão e continuar saboreando as geladas da vida, e que seu maior presente este ano seja o título catarinense.
Forte abraço irmão de sangue azul.

André Tarnowsky Filho disse...

Carlos Avaiano,

Muito obrigado!
Na medida do possível seguiremos por aqui, e indubitavelmente, a gelada faz parte dessa caminhada. Quanto ao presente, seria excelente!

Forte abraço!

André Tarnowsky Filho disse...

Serjão,

Quanto ao pênalti do M10, concordo contigo.
Obrigado, mô quiridu!

André Tarnowsky Filho disse...

Professor Valter,

Muito obrigado pelo carinho.
Estaremos na torcida para que esse presente se concretize!

André Tarnowsky Filho disse...

Adrian Gonçalves,

Sim, V.Pacheco estava bem quando se contundiu. O problema estará em sua falta de ritmo, vindo de cirurgia, e como exemplo temos M10...

André Tarnowsky Filho disse...

Betto Wendhausen,

Muito obrigado, amigo!
Forte abraço!

André Tarnowsky Filho disse...

Damian,

Muito obrigado!
Sempre muito gelada!

André Tarnowsky Filho disse...

Rogério,

Muito obrigado, mô quiridu!

André Tarnowsky Filho disse...

Kk de Paula,

Muito obrigado pelo carinho!
Vamos sim!
Acho que essa não escapa!

André Tarnowsky Filho disse...

Everaldo,

Muito obrigado pela generosidade nas palavras.
Grande abraço!

André Tarnowsky Filho disse...

Antônio Bernardes,

Concordo contigo, mas perdemos apenas 2 pontos...

André Tarnowsky Filho disse...

Byghal,

É um ponto de vista que não vou discutir, essa questão de quantos pontos perdemos.
Virou postagem.

André Tarnowsky Filho disse...

D.Clasen,

Muito obrigado!
E muito bem lembrado por ti: uma liderança com folga e a maioria dos jogos, 60%, sendo jogados fora da nossa bela Ressacada.
Vamos jogo a jogo, mas estamos no caminho certo.

André Tarnowsky Filho disse...

Raniere,

Muito obrigado, mô quiridu!
Em relação ao jogo e ao M10, creio que fizeste uma ótima análise.

Forte abraço!

André Tarnowsky Filho disse...

Daniel Salles,

Não creio que seja pelo início de temporada...

Postar um comentário

A MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS FOI ATIVADA. Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos, antes de serem publicados pelo autor do Blog.

Odontokist

Arquivos do Blog

  ©André Tarnowsky Filho - Todos os direitos reservados.

Modificado por Marcos TOTÔ | Template by Dicas Blogger | Topo