quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Bom dia, Azurras - nº 2.477

0x0 É NOSSO
Avaí empatou na noite de ontem, 0 a 0 com o Figueirense, na nossa bela Ressacada, e passadas 7 rodadas do Campeonato Catarinense, segue líder, invicto e com a certeza de que terminará a oitava rodada também na liderança...

Não há muito o que se falar sobre o jogo, até porque o adversário mandou na partida, mas não conseguiu transformar em gols sua superioridade. Durante toda a partida, e isso estava desenhado, se houvesse um vencedor, não seria o Avaí.

No primeiro tempo, a melhor oportunidade de gol foi do Avaí, esbarrou no apito de Héber Roberto Lopes. Num contra-ataque fulminante, a bola chegou para Rômulo na intermediária adversária, e diante de apenas um zagueiro e dois parceiros para jogar, ouviu a jogada ser paralisada em função de interpretação do árbitro, que beneficiou o infrator.

Na segunda etapa, as melhores chances foram "doladelá", e em ao menos duas vezes, Kozlinski fez lembrar o goleiro Renan, garantindo o placar em branco, quando não teria qualquer culpa se tivesse levado o gol...

Com o apito final, o empate em 0 a 0 acabou sendo melhor para o Leão, virtualmente o campeão do turno.




O TIME DE CLAUDINEI OLIVEIRA
A torcida avaiana acabou tendo uma surpresa na escalação: nem Luan, nem Judson, participaram da equipe na noite de ontem, o que alterou a forma de "abordar" a equipe adversária...


Dessa forma, o Avaí começou jogando com a seguinte escalação: Kozlinski; Leandro Silva, Alemão, Betão e Capa; Ferdinando, Renato, Marquinhos e Diego Jardel; Rômulo e Denilson.

Luan e Judson ficaram fora da partida, mas fizeram muita falta.




OPÇÕES NO BANCO DE RESERVAS
Para o banco de reservas, o técnico Claudinei Oliveira tinha à sua disposição um outro time, a saber: Douglas (goleiro), Gustavo Schiavolin, Maurício e Leonardo (zaga), Gustavo Santos e João Paulo (laterais), Caio César (volantes), ToshiMarcelinhoJúnior Dutra e Santarém (atacantes).

O time não esteve bem de uma maneira geral...





AS ALTERAÇÕES
Como é de costume do técnico Claudinei Oliveira, na primeira etapa ele não altera a equipe, e até volta com o mesmo time para a etapa complementar. Ontem foi assim, e a primeira substituição só veio aos 11 minutos do segundo tempo, Júnior Dutra no lugar de Diego Jardel.

Um pouco mais tarde, já no segundo tempo, o treinador acabou fazendo mais duas substituições. A primeira, aos 21 minutos, com Caio César entrando no lugar de Renato. E a terceira e última, aos 39 minutos, Maurício entrou no lugar de Ferdinando.

Dessa vez, indubitavelmente, as substituições não deram mais consistência ao time do Avaí...




É CAMPEÃO
Ainda que alguns digam que não, o Avaí é o virtual campeão do turno e está na final do Campeonato Catarinense de 2017. Mereceu? Lógico! Quem ao longo da campanha permanece invicto?

Só para lembrar: ainda que alguns queiram dourar a pílula, é o Avaí quem mapeou o caminho à grande Final. Simples assim.







Saudações AvAiAnAs!

14 Comentários:

Helton disse...

André,
sua descrição do jogo está precisa. Especificamente sobre o jogo de ontem, destaco e reforço também:
1) o Avaí manteve a liderança e a invencibilidade. Valeu por isso;
2) temos um bom goleiro, que fez duas grandes defesas. Portanto, parece que não teremos problema na posição;
3) Judson, em particular, fez muita falta, pelo desenho do jogo. Renato Junior tem potencial, mas ainda é "verde" (o que é normal, considerando a idade) e Ferdinando já não consegue dar conta do recado o tempo todo (o que também é normal, considerando a idade);
4) o setor de criação ontem não funcionou. Diego Jardel estava "travado" (o que também é compreensível, pois quando saiu ficou com gelo no ombro) e Marquinhos não foi bem também durante o jogo, muito em função da questão física, penso eu;
5) para o catarinense, esse elenco está dando para o gasto (afinal, é líder!), mas precisamos de umas cinco boas contratações para a Série A;
6) em vários momentos lamentei a contusão do Lucas de Sá, acho que ontem ele entraria muito bem naquele meio-campo...
7) por último, mas não menos importante: tudo continua azul e branco por aqui...
Helton

Raniere disse...

André, concordo contigo. O fiGAYra foi superior, mas não por ser um time melhor, mas pelo Avaí sentir demais as ausências de Judson e Luan. O meio de campo foi amplamente dominado pelo time barbie. E o placar realmente foi nosso.
O turno é quase nosso, mas manter os pezinhos no chão faz-se necessário no momento. O adversário é chato e jogará no seu polêmico gramado. Mas acredito que sábado o Avaí confirme a conquista do turno.
Em tempo, sabes aquele espaço entre o estádio (lado do setor B) e o centro de treinamento? Pois é, pensa na multidão que assistiu o jogos nos setores C, D e E querendo passar ali para dar a volta no estádio (já que pelo outro lado a PM bloqueou) e acessar a rua onde fica a entrada do setor A. Levei quase 10 minutos para atravessar aquele trecho. O motivo foi a grande quantidade de motos e alguns carros estacionados naquele espaço. Acredito que aquele espaço deva ficar totalmente livre para pedestres.
Sábado tem mais.
Grande abraço.

José Antônio disse...

André, bom dia!
Sobre as placas luminosas colocadas na lateral, próximo ao setor D. Tudo muito bonito, moderno, tanto que elogiei o fato no domingo. Porém a noite fica difícil de ver o jogo pra quem está no setor A. A luminosidade das placas atrapalha bastante a visão. O pessoal com quem conversei também reclamou.

Daniel Salles disse...

André,

O Avaí jogou mal mas pelo menos pontuou, como bem destacou o Claudinei.

Luan e Judson fazem uma falta tremenda (principalmente o segundo) no time e não temos reservas a altura, imagino que o Avaí esteja de olho no mercado. Pelo que disse o Claudinei na coletiva o Judson deve ficar fora por 3 semanas, já cogitam trazer alguém para posição nesse momento, é necessário.

A torcida deu show, não pude chegar a tempo para a recepção, mas pelos vídeos que vi foi de arrepiar, e o estádio todo cantando junto "É o time da Raça" ficou demais!

Pro jogo contra o barroso o Claudinei vai ter que resolver o problema da saída de bola, ajustar a dupla de volantes, sem tempo para treinar. Desafio grande...

Antonio Bernardes disse...

A questão da superioridade,não foi aquilo tudo que a imprensa alvinegra colocou. Eles jogaram um pouco melhores, a marcação deles foi acertada, ponto. Outra coisa, o Avaí sentiu a falta do Judson e do Luan, Renato e Ferdinando foram muito. Pra finalizar, eu sei que o Claudinei está fazendo um excelente trabalho no Avaí, tem todos os louros, mais ontem errou nas substituições. devia ter tirado o galego e colocado o Jr Dutra. Acredito que recomporia melhor o time. Já no caso dos volantes, o problema é que não temos peças de reposição. Somos uma casa de pobre arrumadinha, ainda faltam jogadores. Quando sai o titular, o reserva é uma incógnita.

Guilherme P. Flemming disse...

André, não entendi porque o volante Menezes voltou para base. ano passado ele fez bom jogos e acho que esta mais preparado que o Renato.

Abs

Fernando Guimaraes disse...

Prezado ANDRÉ!

Sobre o ÚNICO CLÁSSICO em SANTA CATARINA, disputado na noite de ontem na RESSACADA:

Jogamos nosso pior jogo. AVAI usou o regulamento, sem pretensão de VITÓRIA, tentou controlar o jogo sem correr muitos riscos. Apesar dos desfalques, CLAUDINEI tem o time na mão.

JUDSON e LUAN fizeram muita FALTA. M10 não acertou as bolas paradas, foi bem marcado. JARDEL idem, assim como DENILSON. RÔMULO foi o mais perigoso. ALEMÃO teve dificuldades pra iniciar as jogadas. RENATO SANTOS, não é craque, mas não comprometeu. FERDINANDO, que veio pra saldar uma DÍVIDA TRABALHISTA, tem mostrado que ainda NÃO DESAPRENDEU a jogar futebol.

FIGÃO fez o jogo da VIDA e o AVAI apenas mais um jogo. ELENCO carece de reforços pontuais. Creio que os jogos restantes contra o BARROSO, no campo de grama SINTÉTICA e o último contra o LEÃO BAIO servirão para testarmos outras peças, assim como o segundo turno, pois acredito que HAVERÁ FINAL.

JÚNIOR DUTRA deverá ser titular. MARCELINHO ainda vai encaixar também nesse time, porque creio ser BOM JOGADOR. CLAUDINEI tem usado seus critérios bem definidos pra lançar os jogadores no time.

KOSLINSKI calou minha boca e, pelo visto, teremos BONS GOLEIROS e uma boa disputa nesta posição para a série A.

BATTISTOTTI, fazendo o SIMPLES, o BEABÁ do futebol e sem INVENCIONICES, também tem nos ajudado a manter viva a ALEGRIA de ser AVAIANO.

Sorte pra nós, mô quiridu!

Fernando L. Pinheiro Guimarães

André Tarnowsky Filho disse...

Helton,

Assino contigo.
Virou postagem.

André Tarnowsky Filho disse...

Raniere,

Sobre o jogo, concordo contigo.
Quanto ao espaço entre o setor B e o CETEFA, vou encaminhar tal solicitação para a diretoria. Muito bem colocado.

Abraço!

André Tarnowsky Filho disse...

Daniel Salles,

A partida contra o Barroso virou um desafio maior que o clássico, evale o turno...

André Tarnowsky Filho disse...

Antônio Bernardes,

Concordo com tua substituição. Teríamos ganho força com a liberação de DJ. Agora já foi...

André Tarnowsky Filho disse...

Flemming,

O Avaí teve problemas com o empresário...

André Tarnowsky Filho disse...

Fernando LPG,

Bons comentários.
Virou postagem.
Vamo que vamo, Avaí!

André Tarnowsky Filho disse...

José Antônio,

Para a partida contra o Luverdense, tudo deverá estar devidamente regulado. Como estava nas costas das placas, não percebi o problema.

Postar um comentário

A MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS FOI ATIVADA. Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos, antes de serem publicados pelo autor do Blog.

Odontokist

Arquivos do Blog

  ©André Tarnowsky Filho - Todos os direitos reservados.

Modificado por Marcos TOTÔ | Template by Dicas Blogger | Topo