sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

DO JOGO, DA ARBITRAGEM, DA MÍDIA, by Roberto Costa

É sempre tinhoso contra nós esse Metropolitano. Apesar de termos assumido vantagem no marcador antes dos dez minutos, o jogo manteve-se difícil até o final, o adversário saturando o meio campo, como forma de dificultar nossas jogadas de ligação, principalmente a desenvoltura de Marquinhos.


Não só pelo fato de saturar o meio, mas tinha o Metropolitano também um bom toque de bola, e com isso produziu alguns lances de perigo contra nosso gol. Aplaudimos nossa vitória, claro, mas sem os ânimos da paixão digo que um empate poderia ser considerado resultado justo.

De novo Kozlinski fez uma defesa importante, de novo no reflexo, o que é bom para que aumente sua auto-confiança e a do torcedor em seu futebol. De novo Denilson foi o herói, fazendo os dois gols e animando a noite com improvisados e animados passos de dança.

A meu ver, o aspecto menos elogiável do jogo ficou por conta da arbitragem. O senhor Bráulio da Silva Machado deixou-se contaminar pelas críticas da imprensa durante a semana, focadas no fato de sua repetição em jogo do Avaí. Nervoso, o árbitro errou muito em faltas, ora deixando de apitar algumas muito visíveis, para ambos os lados, e mostrando um falho critério na aplicação de cartões. O senhor Bráulio, para o bem de suas arbitragens, precisa importar-se menos com os pitacos da imprensa, mas também acho que tais repetições de árbitros não são salutares para o Campeonato. 

Na jornada, querendo apagar incêndio com gasolina, visando comprometer o árbitro e lançar respingos sobre o Avaí, o comentarista Faraco, da RBS, serviu-se de um pênalti reclamado pelo Criciúma no jogo anterior, ao mesmo tempo em que pedia a expulsão do jogador avaiano, Luan. 

No jogo de Joinville, diante de um pênalti identificado por seu colega Roberto Alves, contra sua paixão, o time do Estreito, "bico na canela", imagens do lance estrategicamente sonegadas ao público, o comentarista Faraco simplesmente eximiu-se de comentar o ocorrido. Torcer e fazer bom jornalismo? Não há como. 

* Roberto Costa é associado do Avaí FC

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

A MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS FOI ATIVADA. Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos, antes de serem publicados pelo autor do Blog.

Odontokist

Arquivos do Blog

  ©André Tarnowsky Filho - Todos os direitos reservados.

Modificado por Marcos TOTÔ | Template by Dicas Blogger | Topo