segunda-feira, 27 de março de 2017

Bom dia, Azurras - nº 2.509

SEM VER O NASCER DO SOL
Tempos atrás, ouvi alguém dizer que o nascer do sol é um dos visuais mais lindos que podemos conhecer, mas a grande maioria das pessoas, quando isso acontece, está dormindo e perde a oportunidade de apreciá-lo...

Vindo para o futebol, creio que o Avaí do técnico Claudinei Oliveira está dormindo demais, todos os dias, todos os jogos, ao ponto de perder o nascer do sol, o que poderia lhe render bons momentos...

Por isso mesmo, a equipe que entrou em campo ontem para enfrentar a Chapecoense, ainda que com todos os desfalques, dormiu mais do que precisava, e quando resolveu sair do marasmo do leito, já estava perdendo por 2 a 0...

Vamos considerar que o dia amanheça nublado, mas certamente o sol nascerá outra vez para o Leão, não tenham dúvidas...
Foto: Vanessa Gadini




ENSAIO DE DECISÃO
Ontem enfatizei que o jogo de Chapecó seria uma decisão, mas também deixei claro que o returno não terminaria ontem na Arena Condá, mas indubitavelmente eram duas equipes que estavam focadas no título, sendo que o Avaí já está garantido na grande final.

A vitória da Chape, no entanto, serviu para deixar o returno ainda mais embolado, colocando o Verdão d'Oeste na liderança da fase, bem como na classificação geral, até então administrada pelo Avaí.

Curiosamente, ainda que com todos os desfalques, e até que a torcida oestina tenha ensaiado um "olé", não isso todo esse futebol tão superior ao do Leão...

Uma coisa é certa: a final, onde está o Avaí, deverá acontecer, resta saber contra quem...




MUITOS DESFALQUES
Como disse ontem, a rotina avaiana, principalmente do técnico Claudinei Oliveira, ao menos desse returno do Campeonato Catarinense, tem sido um driblar constantes nos problemas que surgem diariamente. 

Ontem, o Leão entrou em campo hoje para enfrentar a Chape sem o lateral direito Leandro Silva, os volantes Judson e Caio Cesar, o meia Diego Jardel e os atacantes Rômulo e Denilson.

Ainda que tenha contado com o retorno do volante Luanfoi muito pouco para "acertar" o time do Leão. Alguém lembra da última partida do Luan? Não? Foi em 12 de fevereiro, Joinville 0x0 Avaí...

Pois é! Natural que estivesse sem ritmo de jogo...




O CRAQUE FALHOU
Se com esse somatório de desfalques, entre titulares e reservas, na nota acima sem incluir Lucas de Sá, já era difícil montar uma equipe competitiva para encarar a Chapecoense, imaginem quando a maior estrela da time não corresponde...

Sim, logo no início da partida, aos 6 minutos, Marquinhos perdeu uma bola de forma bisonha, do que se aproveitou Andrei Girotto para invadir a área avaiana e fuzilar Kozlinski. Chapecoense 1 a 0.

Falhar é humano, e M10 é humano, mas ele voltou a falhar após boa tabela com Júnior Dutra, o melhor do Avaí ontem, e chutar em cima do goleiro da Chape, quando tem categoria para empatar...




OUTRA CHANCE PERDIDA
Ainda que a Chapecoense tivesse pressionado muito o Avaí desde o início, criando chances claras para abrir o placar e ampliar, além do gol perdido por Marquinhos, o Leão ainda criou uma segunda chance clara, desperdiçada por Iury.

Júnior Dutra, outra vez, com Capa, fizeram uma boa trama pela esquerda do ataque avaiano, cabendo ao lateral cruzar no pé do atacante oriundo da base avaiana, mas Iury resolveu dominar e lhe "tiraram o pão da boca"... 




O BAIXINHO FALHOU
Diante dessas duas chances criadas pelo Avaí, e até pelo dominou de bola que a equipe de Claudinei Oliveira vinha tendo, era fácil imaginar que para o segundo tempo o Leão viria com uma postura mais agressiva para empatar e virar a partida...

Certo, mas ninguém contava que no final do primeiro tempo, o bom volante Lucas Otávio fosse falhar de forma tão infantil, sendo desarmado, com a bola sobrando para Artur Kaique chutar de longe e Kozlinski engolir uma "penosa" indescritível. Chapecoense 2 a 0.

Virar um placar de 2 a 0 contra o Tubarão é uma coisa, contra a Chape é outra...




MUDANÇAS
Era de se imaginar, com 2 a 0 no placar, com algumas falhas claras em muitos setores da equipe, que o técnico Claudinei Oliveira viesse com alguma modificação para a segunda etapa, mas ela, ou elas, não aconteceu...

Verdade seja dita, ainda que sem modificação, e jogando sem muita qualidade, o Avaí acabou dominando boa parte da segunda etapa, mesmo sem criar chances claras, exceto uma boa cabeçada de Júnior Dutra, que obrigou o goleiro a colocar para escanteio...

Com 2 a 0 no placar, a Chape também se acomodou, o que era mais do que previsível...




DEMOROU
Creio que o maior problema do Avaí não foi nem é seu técnico, mas não tenho dúvidas de que Claudinei Oliveira demorou para mexer na equipe, principalmente com M10 mal em campo e tendo Vinicius Pacheco no banco.

O treinador manteve a equipe, fazendo a primeira modificação somente aos 27 minutos, com Devid entrando no lugar de Marquinhos. O time ficou sem meio, ainda que o capitão estivesse mal, e com "calouros" em campo numa decisão: Iury, Lourenço e Devid.

Um pouco mais tarde, aos 39, Yuri saiu para a entrada de Vitor, e Vinicius Pacheco substituiu Lucas Otávio. Obviamente, que sem resultado prático...




O TIME DE CLAUDINEI OLIVEIRA
Conforme divulgamos neste espaço, o técnico Claudinei Oliveira teve vários desfalques , todos nominados acima, no time do Avaí para a partida de ontem.


Dessa forma, a equipe do Leão saiu jogando 
para o confronto com a Chapcom: KozlinskiAlemãoGustavo SchiavolinBetão CapaLuanLucas OltávioMarquinhos Júnior DutraLourenço Iury.

Assim como na partida contra o Atlético Tubarão, o time do Leão entrou "dormindo", e a "coisa" acabou não acontecendo...




LIDERANÇA PERDIDA
Sabendo dos resultados que lhe interessava, o Avaí entrou em campo em Chapecó acomodado demais, permitindo mais campo ao adversário do que devia. O resultado não poderia ter sido outro...

Agora, faltando 5 rodadas para o término do returno do Campeonato Catarinense, o Avaí tem 4 pontos atrás da líder Chapecoense e do segundo colocado, o Joinville.

Pior que isso, a derrota em Chapecó significou também a perda da liderança na classificação geral para a Chape, com as duas equipes somando 27 pontos ganhos, mas o time do Oeste leva vantagem no saldo de gols, 15 a 12.




SEMPRE É TEMPO DE REAVALIAR
Dia desses escrevi muito claramente: papamos invicto o turno do Campeonato Catarinense, desprezamos a Primeira Liga e caímos na Copa do Brasil...

Diriam alguns, queda muito precipitada, o que eu também concordo. E para ilustrar, para corroborar com tal assertiva, basta dizer que contra equipes de Série B, o Leão tem se mostrado ineficiente, e ontem, face aos desfalques, não mostramos competência contra um time de Série A...

Não há terra arrasada, muito pelo contrário, mas o Avaí tem mais 5 jogos para trazer a final para a Ressacada... 




DESCONFIANÇA VOLTANDO (BDA n. 2.506 - 24/03/2017)
Até pela coerência do técnico Claudinei Oliveira, após a saída do goleiro RenanMaurício Kozlinski assumiu a titularidade da camisa 1 do Avaí, ainda que tivesse contra ele toda a desconfiança da torcida azurra.

Verdade seja dita, Kozlinski conseguiu acabar com esse receio dos torcedores, principalmente no turno do Campeonato Catarinense, quando fez bons jogos, garantindo bons resultados e a invencibilidade.

No entanto, mesmo que o Leão tenha jogado desfalcado nos três jogos do returno, o goleiro avaiano vem falhando sucessivamente em todos os últimos jogos, contra CriciúmaMetrô e até contra o Tubarão.

Abre os olhos, Kozlinski!




DEU
Por tudo o que está escrito na nota publicado acima, na última sexta-feira, creio que já deu pra bola do goleiro Maurício Kozlinski. Não estou dizendo que ele tenha sido o culpado pela derrota, mas ajudou a enterrar o time, que foi para o intervalo com a diferença de 2 a 0.

Há uma névoa no ar relembrando Vagner, e isso ninguém quer outra vez. Antes da "penosa" no segundo gol, já havia rateado numa saída pelo alto, onde saiu e resolveu desistir de corta a bola, quase permitindo um gol chapecoense...

Ou se testa Douglas de uma vez por todas, ou no Brasileiro da Série A o preço será alto...




SOLUÇÃO (BDA n. 2.506 - 24/03/2017)
Verdade seja dita, os muitos desfalques na equipe do Avaí acabaram fazendo com que os problemas fossem identificados mais facilmente. Na frente da zaga, Luan Judson, ainda que sempre contestados, faziam um bom trabalho de marcação, destruição e cobertura.

Na lateral direita, por exemplo, já se sabe que Leandro Silva é o titular absoluto, mas já está afastado há um bom tempo. Conforme coloquei acima, Gustavo Santos tem sem mostrado com muitos problemas para desempenhar a função.

Dessa forma, creio que seria mais salutar para Claudinei Oliveira colocar Alemão na posição para a qual foi contratado, e escalar Gustavo Schiavolin na zaga, até porque ele veio com intuito de substituir Fábio Sanches.

Capricha, Claudinei!




OUTRA ALTERNATIVA
Creio que cometi um grande equívoco em relação a lateral direita. Não que ache que Gustavo Santos sirva, de forma alguma, mas sim em dizer que Alemão poderia ser a solução para esse momento...

A questão por aquele lado é delicada. Nem Alemão, muito menos o "brother". Há que se fazer uma avaliação mais profunda se Leandro Silva pode ou não jogar. Começa a repetir seu histórico de muito tempo no departamento médico, e se continuar assim, há que se buscar um outro nome...





CARÊNCIAS
Ao menos em duas oportunidades escrevi nesse espaço, de forma bem clara, que precisamos de dois laterais, dois volantes, dois meias rápidos e mais um atacante. Simples assim.

Como disse acima, sem terra arrasada, mas bem ciente do elenco que temos, que está à disposição do técnico Claudinei Oliveira. Ainda que o volante Lucas Otávio tenha suas habilidades, parece que também tem seus problemas, quem sabe num entrosamento melhor com Luan sua futebol cresça ainda mais...

No entanto, nas outras posições não há o que esconder: temos mitas carências, que precisam ser ajustadas para o Campeonato Brasileiro da Série A.




QUE VENHA O COELHO
A quinta rodada do Campeonato Catarinense começa na quarta-feira, com quatro jogos, e será completada com a partida Avaí x Joinville na quinta. Essa semana poderemos ter uma noção de como será a "final" da competição...

De qualquer forma, agora as atenções, o foco, está totalmente voltado para o Coelho, que tem pretensões de abocanhar o returno, partida que se desenha também como uma possível final.

Bora pra Ressacada! Sem mais!




COVARDIA
Após a partida contra o Atlético Tubarão, em entrevista coletiva, o técnico Claudinei Oliveira reclamou que um torcedor avaiano teria se excedido em xingamentos ao treinador, coisa com a qual ele não concordava.

Com a derrota de ontem, já tem "otário" prometendo acabar com a "paz" do técnico avaiano no parapeito do setor A da Ressacada na quinta-feira...

É sempre assim: para não criticar os "seus", é preciso encontrar um alvo, e o técnico é sempre mais fácil...






Saudações AvAiAnAs!

26 Comentários:

Carlos avaiano disse...

Bom dia amigos, caso tivesse ganho eu estaria feliz.
Mas podem me chamar de louco, pois estou feliz pela derrota, pela entrega da vantagem folgada que tinha, e pelo olé da torcida da chape, pois estes craques estavam achando que seriam campeões invictos do estadual, e que sair perdendo de 2 é fácil virar, depois de se livrarem de tomar três do tubarão que acabara de tomar 7 da mesma chape.
E digo mais, se não voltarem a jogar com seriedade o futebol do turno e seu Claudinei voltar a ser o Claudinei invicto, já era o campeonato.
Não é porque não perdeu nenhum clássico no turno, que agora tenha de perdê-los, (" se ganhamos lá, eles podem ganhar aqui é normal")
Outra vez marcos Santos sendo decisivo no resultado, 11 contra 10, e seu Denilson deve estar feliz por não ter que ir ao oeste.

ManoelNilson disse...

André, falaste certo, ontem o Avaí jogou "dormindo".OS jogadores da Chapecoense não perderam uma jogada sequer.Saiam atrás mas sempre chegavam na frente e ganhavam a jogada. Quando M10 perdeu a bola, no primeiro gol, o jogador da Chapecoense tinha 3 jogadores nossos em sua frente, mas mesmo assim, invadiu a área e com facilidade, chutou e fez o gol. Fazia tempo que eu não via tanta moleza. Parecia elenco com 3 meses de salários atrasados. Ainda pode se acrescentar a demora do Claudinei em mexer no time, as falhas individuais e a eterna deficiência do meio de campo. Está complicando a situação, sem dúvida. Agora me lembrei, será que querem prêmio especial pelo eventual título?

Tiago Soares disse...

Falar na derrota é facil, mas vou falar sem ter assistido o jogo (estava trabalhando.) Estamos no mês de março e metade dos titulares estão no chinelinho do DM a um bom tempo, o que esperar desses mesmos durante a temporada toda ? Continuo achando que esse time pro estadual com as migalhas que ganham dá rzs suficiente para levar o catarinense que tem que ter uma folha bem enxuta, mas com tanto chinelinho fica difícil. Outra coisa que irei criticar é a insistência com Marquinhos e falo sem ter visto o jogo, a oportunidade de escanteios pro leão jogado fora é impressionante, não aguento mais ver o Marquinhos batendo todo escanteio exatamente igual, sem força, baixo e com a bola não alcançando nem a primeira trave ou tentando fazer gol olímpico, apesar de estar meio time na área, além de sua clara limitação física. É idolo, foi um dos melhores que pisou na ressacada mas a coisa aqui é mais seria pra manter um jogador como ele com uma série A estando por vim.

ney.lf disse...

André, me permita fazer avaliações individuais dos jogadores:
Maurício, não serve e falhou nos dois gols. No primeiro se ajoelhou antes do chute e a bola entrou sobre ele, igual ao jogo contra o Tubarão, se não me engano. Goleiro não pode tentar adivinhar e não pode tomar o gol no seu canto.

Alemão, horrível na lateral. Não acertou um passe. Não marca e não sabe atacar. Na zaga e olhe lá.

Gustavo, jogador avon, não fede e não cheira.

Betão, o melhor.

Capa, esqueceu o futebol após suspensão. Precisamos de dois laterais para serem titulares na série A.

Lucas Otavio (Plaimobil), não tem condições de se impor fisicamente, muito pequeno para a posição. Mais um que vai preencher plantel, é aquela história que não aprendem: mais vale um de 50 do que 10 de 5.

Luan, faltou ritmo.

Marquinho, tal qual Lucas Otávio falhou bisonhamente no gol e ainda deixou de empatar o jogo. Colocar Vinicius Pacheco somente aos 40min do segundo tempo e ainda jogando de volante é pacabá. Parece até que não querem colocar o Vinicus Pacheco no lugar do marquinhos mais cedo pois se continuar a fazer gols não terão como manter o marquinhos e aí, fical difícil, se é que me ententes...

Yuri, melhor do que as outras vezes mas não serve para jogar no Avai numa série A. Arrumem time e o empreste para jogar a B.

Lourenço, estão forçando a barra, querem vender mais jogadores da base e estão atrás de um que se destaque. Ainda é cedo para o rapaz. Não tem condições de disputar uma série A nem o catarinense pelo Avai.

Deivid, quem é? Mais uma forçada na barra a procura do milagre que dê dinheiro.

Claudinei, tem crédito, como todo devedor já teve. Não pode se deixar levar por milagres para salvação financeira do clube, tem que fazer o seu bem feito. Me parece que está com medo de sacar marquinhos do time e, por isto, está sacaneando o Vinicius Pacheco. Vai que ele continue a fazer gols como ficará a titularidade do Marquinhos?

O returno já era e brincaram com ele. Garanto que no próximo jogo voltará pelo menos uns 4 que teoricamente estavam contundidos.
A água bateu na bunda e a decisão em casa pode estar indo pro espaço.

Ney Lúcio Félix

Guilherme P. Flemming disse...

Precisamos urgente de um goleiro para a série A, o Konslinky vem tomando gols defensáveis e ontem tomou um peru homérico. Precisamos de mais dois laterias, um para fazer sombra ao capa (que já não é mais o veloz e ágil jogador do 1 turno) e outro para substituir o Leandro Silva (jogador muito chinelinho).

Carlos avaiano disse...

Sobre o marcos, está perdendo a chance de sair por cima, chega, já deu, e se é tão avaiano como diz e bate no peito, tem inteligência para perceber que está atrapalhando seu clube e a boa fase dos colegas de profissão (Vinícius) se não conseguir ser o artilheiro da ressacada, tudo bem, já tem seu nome no memorial do clube e na memória da torcida,
Vem série A por aí, e se estão se complicando com os mais fortes desse fraco Catarinense, vamos rezar por melhor sorte no brasileiro.
Sobre fazer dinheiro com experiências da base, em plena competição onde está em jogo nossa única chance de levantar uma taça, a diretoria está mostrando ou voltou a realidade de incompetentes que foram em anos anteriores, pois quem abre mão de cotas menosprezando as competições como foi no caso da primeira liga e copa do brasil, não está preocupado com caixa, deve estar sobrando, e voltamos a perder pra nós mesmo, pois para o Criciúma até se aceitou a derrota pois dizem se ganhamos lá eles podem ganhar aqui e foi um jogo de detalhes, mais veio a horrorosa apresentação contra o tubarão e ontem foi a gota da desconfiança, Vinicius (goleador) aos 40 do segundo tempo? se sou ele tropeço na beira do gramado e já saio de maca.
Time perdendo de dois e sujeito a levar mais pela necessidade de se abrir em busca de gols e o Claudnei diz que demorou pra mexer pois o time estava bem! Para o mundo que eu quero descer.
Quinta estarei lá para ser testemunha ocular do que farão esses nossos representantes com salários em dia.

Rosalbo Ferreira Júnior disse...

O jogo mostrou algumas verdades, como já comentaram por aqui:

Goleiro - tá na hora de dar uma chance pro Douglas.

Alemão - um bom zagueiro

Lucas Otávio que estava armando o time ontem, além de ter que marcar.

Marquinhos tá na hora de jogar na NFL, só bolas paradas.

Junior Dutra o melhor do Avai.... e o Iuri, estabanado, foi o mais voluntarioso.

Lourenço.... báh.... Devid.... podem ser bons, mas não é o momento.

Vamos aguardar o desfecho, mas a final não será mais na ressacada.

E pra finalizar: Em São Paulo e no Rio de Janeiro, os árbitros erraram e foram afastados por tempo indeterminado. Aqui em Santa Catarina, o juiz do jogo do penalty no indio vai acontecer o que? Homenagem na federação por evitar o rebaixamento do barcelona do estreito?

Nelson Andrade Filho disse...

André,
Não é só o clube que está dormindo não!
Na minha opinião o sr. Claudinei também dorme no banco sereno.
Manter o "perna dura" quase todo o tempo, colocando Vinícius Pacheco aos 40 minutos do 2º tempo, o que imagino que ele acordou. Se eu fosse o Vinícius mandaria uma saudação bem merecida para ele.
Parabéns Ney Lúcio Félix, viu o jogo que eu vi.

Luiz Augusto da Costa disse...

É, podemos dizer que tivemos dois Avais, um do primeiro turno e outro do segundo turno.
No primeiro turno tivemos um Avai sério, brigador, buscando em cada jogo os objetivos do clube.
No segundo temos um Avai sonolento, ruim, sem vontade, achando que já é campeão.
Claro, estamos desfalcados em todos os jogos, mas nesse aspecto, nos causa surpresa, o fato de estarmos em março e, já termos um DM lotado. Considerando que começamos os trabalhos em janeiro, me parece que algo não está muito correto.
No meu modo de ver, ou a preparação física está equivocada, ou continuamos contratando jogadores bichados, mas baratinhos.
Podemos lembrar, também, que fizemos um time, até razoável, para ganhar o primeiro turno, mas não fizemos um plantel de qualidade, por isso nosso time muda tanto com as substituições.
Vimos no jogo de ontem, uma Chapecoense voando em campo, enquanto o Avai se arrastava, chegando, sempre, atrasado.
Não seria o momento de reavaliar os trabalhos de preparação física. E, rever, também, os critérios utilizados nas contratações¿
Nosso goleiro, como eu temia, está voltando ao normal .
Para a lateral direita contratamos um grande frequentador do DM, tendo ficado, antes de ser contratado, muito tempo sem jogar. Será mais um bichado¿
Nessas condições tem-se que utilizar na direita o Alemão e, todos sabemos o que representa isso.
Luan está sem ritmo, o que é normal, mas deveríamos ter um outro jogador à altura, para que pudéssemos fazer voltar aos poucos o Luan.
No meio temos um craque que já não consegue reeditar suas antigas jornadas e, se não bastasse isso, ainda, por força da idade perde bolas bisonhamente e, apresenta dificuldades pra decidir à frente do goleiro.
O Júnior Dutra é um brigador, mas não tem conseguido qualquer resultado mais relevante.
No mais temos jogadores da base, que não têm condições de resolver nossos problemas.
Não poderemos, sob pena de voltar à B, jogar uma Série A com Kozlinski, Alemão, Marquinhos, Gustavo Santos, Devid, Yuri, Lourenço, Marcelinho, Renato, João Paulo e, tantos outros.
Acho difícil a gente, com esse futebol, ganhar o segundo turno e, mais difícil
ainda ser campeão.
Byghal.

Gustavo Beck disse...

Marquinhos Santos está na hora de pensar em pendurar as chuteiras, não tem mais condições físicas pra jogar. Vai ficar só batendo faltas e escanteios??

Adrian Goncalves disse...

Ta na hora de começar a jogar com 11 e não com 9!
Goleiro que toma toda bola no mano a mano pra mim não serve não pega uma toda bola atacantes vs goleiro ele toma
Ta chegando as finais e a série A. time como o Avaí tem que ter ótimo goleiro
E um 10 será que o Avaí e um clube de peteca,será que ninguém dá uma porrada na mesa e diz deu pró Marquinhos vai pro banco.da pena de ver ele se arrastando em campo nem força pra chutar tem mais, até quando ele mesmo vai se submeter a esse fiasco que vem fazendo em campo.

Paulo disse...

Realizar um amistoso, deixar o Marquinhos fazer o sonhado gol olímpico!! Dois gols olímpico!! Esta resolvido!!!

alexandre kraus disse...

Só espero outra postura como tá o Jegue e mais nada .....

André Tarnowsky Filho disse...

Carlos Avaiano,

Foi um domingo para tirarmos lições, inclusive sobre a insistência em alguns jogadores...

André Tarnowsky Filho disse...

Manoel Nilson,

E quem duvida?
Pelo visto, essa onda de deixar o salário em dia pouco adiante, mas...

André Tarnowsky Filho disse...

Tiago Soares,

Assino contigo.
O Avaí precisa fazer uma avaliação mais rigorosa...

André Tarnowsky Filho disse...

Ney LF,

Tás liberado!
Virou postagem.

André Tarnowsky Filho disse...

Flemming,

Muito bem observado...

André Tarnowsky Filho disse...

Carlos Avaiano,

Está na hora do M10, e ele sabe disso...
Quanto aos da base, sempre serão uma forma de fazer din-din, e precisam aparacer.
Quinta estaremos lá!

André Tarnowsky Filho disse...

Rosalbo,

Boas colocações.
Quanto aos árbitros, demorou, mas entraram no vácuo de Rio e São Paulo...

André Tarnowsky Filho disse...

Nelsinho,

Dessa vez vou assinar contigo sem restrições...

André Tarnowsky Filho disse...

Valeu, Bughal!

Virou postagem.

André Tarnowsky Filho disse...

Gustavo Beck,

Concordo contigo...

André Tarnowsky Filho disse...

Adrian Gonçalves,

Muito bem lembrado.
Faz tempo que estamos jogando com inferioridade numérica...

André Tarnowsky Filho disse...

Kraus,

Contra o JEC, é vencer ou vencer...
E estava tão fácil, hein?

Postar um comentário

A MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS FOI ATIVADA. Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos, antes de serem publicados pelo autor do Blog.

Odontokist

Arquivos do Blog

  ©André Tarnowsky Filho - Todos os direitos reservados.

Modificado por Marcos TOTÔ | Template by Dicas Blogger | Topo