sábado, 11 de março de 2017

VAMOS APLAUDIR O NOSSO TIME, by Roberto Costa

Proponho uma análise mais detida sobre as críticas que estão sendo dirigidas ao presidente do Avaí, especificamente por seu relacionamento com o pessoal da RBS.

Que eu me lembre, nenhum presidente Avaiano tratou os profissionais dessa empresa de mídia de forma incisiva, como nós todos, torcedores, queremos. Nenhum deles negou-se a subir o Morro da Cruz, quando convidado. 

Todos sempre conviveram com a discriminação do Avaí levada a efeito pela mídia da capital, o privilegiamento do rival, e até o esforço deles sobre o STJD, pedindo celeridade no julgamento de atletas Avaianos, por um simples empurrão entre eles (Bruno Silva com outro, que esqueci qual), como fez Roberto Alves, porque haveria um clássico em data próxima. Esse foi um ato chocante, absurdo e indigno, e que merecia um repúdio firme e imediato, mas passou como coisa corriqueira, doutor Zunino, grande presidente, sem dúvidas, mas também não reagiu, apesar de já naquele tempo os pedidos de torcedores para uma atitude serem frequentes.

A única reação, que eu me lembre, com medida efetiva contra esse estado de coisas, partiu do treinador Marcos Paquetá, lá se vão vários anos, que percebeu o jogo dos aluguetes e proibiu seus atletas de darem entrevistas. Toda a torcida apoiou e Marcos Paquetá é lembrado até hoje por esse gesto.

Minha gente, torcida não representa oficialmente o Clube, pode criticar, malhar à vontade, mas seu presidente sim, representa. Então cabe a pergunta, é interessante a qualquer Clube, por seu presidente, indispor-se com a mídia? Com parte da mídia que financia seus campeonatos?

Talvez, inserida nisso tudo, nessas críticas insistentes sobre o atual presidente, esteja a rivalidade política, a chapa X contra a chapa Y, o que seria de se lamentar, interesse partidário sobrepujando interesse do Clube. Não reconheço chapas, nem sei quem pertence a X ou Y. Chapa é partido, partido, como o próprio nome diz, é divisão. Não estou escrevendo para queimar nem prestigiar ninguém, mas diante de tantas críticas começo a me preocupar com aquele velho ditado: O Avaí perde para ele mesmo.

O verdadeiro torcedor quer é time na ponta da tabela, time vencedor. O momento não é para críticas, desde 2012 nunca estivemos tão bem, e saímos do fundo de um poço. O Avaí somos todos, do presidente ao mais humilde torcedor, vamos aplaudir o nosso Time.


* Roberto Costa é associado do Avaí FC. Foto acima: Avaí/Divulgação

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

A MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS FOI ATIVADA. Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos, antes de serem publicados pelo autor do Blog.

Odontokist

Arquivos do Blog

  ©André Tarnowsky Filho - Todos os direitos reservados.

Modificado por Marcos TOTÔ | Template by Dicas Blogger | Topo