domingo, 2 de abril de 2017

OUTRA VEZ O BILL, by Roberto Costa

Por inesperado que possa ter sido, o time do Estreito surpreendeu na tarde de ontem, fazendo um bom jogo frente à Chapecoense. Inegavelmente merecia a vitória, se considerados o assédio que impôs sobre a área adversária e as chances de gol criadas, em especial no segundo tempo.

A Chape, por outro lado, pareceu interessada em poupar energias, em evitar contusões. Impôs um ritmo lento e não pressionou de forma avassaladora, como fez em alguns jogos, inclusive contra o Avaí. Quase pagou um preço muito caro por isso. O time do Oeste só escapou de complicar-se por conta das limitações do centroavante alvinegro Bill, outra vez o Bill. O atacante teve por três vezes chances incríveis de consumar o gol e não o fez. Bill está vivendo um inferno astral.

O time do Estreito animou-se com as chances criadas e lançou-se em definitivo em busca da vitória, relaxando com as obrigações defensivas. Então, o bordão "quem não faz leva" tomou forma. A Chape aproveitou-se e em quinze minutos decidiu o jogo a seu favor, desperdiçando inclusive um pênalti, na boa defesa do também bom goleiro, reserva, do time do Estreito. 

* Roberto Costa é associado do Avaí FC. Foto acima: reprodução da TV

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

A MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS FOI ATIVADA. Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos, antes de serem publicados pelo autor do Blog.

Odontokist

Arquivos do Blog

  ©André Tarnowsky Filho - Todos os direitos reservados.

Modificado por Marcos TOTÔ | Template by Dicas Blogger | Topo