quarta-feira, 3 de maio de 2017

ATITUDE, by Roberto Costa

Uma palavra sobressaiu, entre todas, no BDA de hoje, 03/05/17. Ela define uma coisa que, quando presente, o torcedor identifica de imediato num jogo de futebol, ATITUDE.

Com efeito, o time, como um todo, não mostrou atitude. 

Em alguns, foi fácil identificar a entrega, o espírito de luta, o sangue, a pegada, mas era crucial que todos batalhassem assim.

Prefiro não acreditar, mas cachorro mordido de cobra tem medo de linguiça. Estaríamos sendo, uma vez mais, numa decisão importante, prejudicados por mercenários insatisfeitos?

Será importante que esse grupo entre em campo, em Chapecó, pronto para uma batalha, limpa, dentro das regras do esporte, mas com a alma nas chuteiras. Caso contrário, será temerário que nos representem no Campeonato da Série A. Em caso positivo, será necessário identificar os insatisfeitos e mandá-los passear.

E que Claudinei não esqueça que títulos são conquistados com homens, e não com garotos que ainda não deram boa resposta em campo. O garoto Santarém não pode entrar com a missão de resolver, quando se tem no banco Vinicius Pacheco. Ah, não apareceu contra o Inter lageano, mas quem apareceu naquele jogo que nada valia? 


Roberto Costa é associado do Avaí FC

6 Comentários:

Carlos avaiano disse...

É Roberto, futebol feito com homens e com jogadas de inteligência, assistido a liga dos campeões vi muito disso, homens de caráter e jogadas de inteligência que qualquer mortal pode realizar sem ser craque, como um calcanhar deixando o colega na cara do gol, aí quando voltamos a nossa realidade como a de domingo por exemplo, nos deparamos com um abismo de profissionalismo dentro e fora dos gramados, entrega, atitude, e técnica é claro.

Alexandre Carlos Aguiar disse...

Na verdade, como diria um certo presidente, atitude reflete se impor ou jogar com um cadinho mais de garra. Eu prefiro é vergonha na cara mesmo. Se não conseguem na técnica, usem a força física. Mas, todavia, contudo, estamos falando de boleiros que dependem de salários e premiações. Portanto, esquece.

Luiz Augusto da Costa disse...

Tem alguma coisa minando o time, tem algo de podre no clube e no time.
Não existe outra explicação pra essa diferença do futebol apresentado no primeiro turno e o apresentado no segundo.
Nossos jogadores têm que ter, mesmo, é atitude, vergonha na cara, profissionalismo e vontade de vencer.
Já é rotina no Avai o desaparecimento prematuro e inexplicável de nossos diretores de futebol, que por algum motivo têm, de modo geral um ibope muito baixo, após uns meses de "atuação".
Quem apaga nossos diretores de futebol?
Quem atravessa o organograma e interrompe a boa fluidez de providências que possam beneficiar o clube?
Todo ano, ao menor sinal de que a conquista é possível, nota-se um rompimento, um mal fazer explícito e indecente, amoral e desonesto, a afastar, propositadamente, o clube de seus objetivos.
Apresentam-se, nesses momentos, à torcida, com muita clareza, o sentimento de que existem mercenários que, ano após ano, querem se fazer maior que o clube.
O que fazem, de um modo geral, nossas diretorias nesses momentos?
Assistem, submetem-se, engolem e deixam prá lá.
Ignoram a voz da torcida por um clube maior, mais sólido, principalmente mais profissional, por um time decente.
Talvez possamos, ainda, ser campeões, mas a dificuldade maior não está no adversário, embora ela exista, mas na necessidade de uma metamorfose, quase Kafkaniana, que faça ressurgir aquele futebol, que está longe da perfeição, mas traz "embutido", o que se precisa para alcançar o objetivo traçado.
Estaremos torcendo, e queremos ser campeões, não há duvida quanto a isso, mas nossas esperanças se perderam nos últimos jogos.
Byghal.

André Tarnowsky Filho disse...

Byghal,

Já dizia Raul Seixas, "eu prefiro ser essa metamorfose ambulante"...
Que seja domingo!

André Tarnowsky Filho disse...

Carlos Avaiano,

E parece que o Avaí quer mergulhar nesse abismo...

André Tarnowsky Filho disse...

Aguiar,

E nesse aspecto abordado por ti, temos um "especialista" na tal dependência...

Postar um comentário

A MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS FOI ATIVADA. Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos, antes de serem publicados pelo autor do Blog.

Odontokist

Arquivos do Blog

  ©André Tarnowsky Filho - Todos os direitos reservados.

Modificado por Marcos TOTÔ | Template by Dicas Blogger | Topo