terça-feira, 13 de março de 2018

Avaí lamenta morte de Bebeto de Freitas

       Bebeto de Freitas passou mal e não resistiu a uma parada cardíaca         
Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG
O Avaí e seus poderes constituídos lamentam, com pesar, a morte do diretor de administração e controle do Atlético-MG, Bebeto de Freitas, 68 anos. O dirigente passou mal dentro da concentração na Cidade do Galo, na tarde desta terça-feira (13), foi socorrido e não resistiu a uma parada cardíaca. Bebeto de Freitas tem uma extensa folha de serviços prestados ao esporte brasileiro e vai deixar uma grande lacuna.
O presidente Francisco José Battistotti lamentou a morte de Bebeto de Freitas. “Um homem do bem, grande gestor do futebol, com conquistas importantes em todas as áreas. O esporte brasileiro está de luto e nós, da família avaiana, também lamentamos a perda deste que foi um dos grande dirigentes esportivos do país”, destacou.
Bebeto foi jogador e técnico da seleção brasileira de voleibol, treinador da “geração de prata” nos Jogos Olímpicos de 1984, em Los Angeles. Depois do vôlei, teve a primeira experiência no futebol pelo Atlético-MG em 1999. Foi também presidente do Botafogo entre 2003 e 2008. Voltou ao Galo em 2009. Assumiu ainda a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer na gestão de Alexandre Kalil, na prefeitura de Belo Horizonte, no início do ano passado. Com a eleição de Sette Câmara para presidente do Atlético-MG, no final do ano passado, retornou ao clube.

2 Comentários:

JulioAzzurra disse...

Realmente é uma grande perda para o esporte brasileiro.

Descanse em paz, Bebeto!

André Tarnowsky Filho disse...

Verdade, conselheiro Júlio!

Postar um comentário

A MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS FOI ATIVADA. Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos, antes de serem publicados pelo autor do Blog.

Odontokist

Arquivos do Blog

  ©André Tarnowsky Filho - Todos os direitos reservados.

Modificado por Marcos TOTÔ | Template by Dicas Blogger | Topo