sábado, 9 de junho de 2018

TRÊS LAMPEJOS, DOIS GOLS, TRÊS PONTOS, by RC

Não fizeram um grande jogo Avaí e Coritiba, sequer um jogo bonito, especialmente no primeiro tempo. Mas como beleza não decide nada e a vitória nos sorriu, temos todo o direito de comemorar.

O Avaí foi melhor, mas sentiu sensivelmente a ausência de Guga e por isso as jogadas pela direita não fluíram como nos jogos anteriores. Sem as articulações entre ele e Renato as investidas pelo setor ficaram prejudicadas. O outro lado, com Capa em grande noite, foi o mais acionado. Foi por onde saíram as mais agudas chances de gol e onde nasceu o primeiro, que abriu o caminho da importante vitória.

O retorno dos titulares, Renato e Rômulo trouxe de novo consistência à equipe do meio pra frente e Judson, com a garra de sempre, estabilizou a defesa, que esteve em grande noite. Matheus Barbosa está pintando de titular.  

Geninho pisou na bola com relação a Getúlio. Afinal o garoto, herói do jogo passado, sequer ficou no banco, enquanto Martinuccio lá estava. Inconsistentes as justificativas do treinador.

O Avaí desperdiçou diversos cruzamentos sobre a área adversária. É lance que se bem treinado possibilitará melhores definições a gol e parece que estamos cruzando as bolas sem capricho, afobadamente, sem visar o posicionamento de algum companheiro bem colocado. Capa, cuja especialidade é chegar à linha de fundo, precisa treinar bastante esse fundamento.

Dois lampejos, um de Rômulo e outro de Capa resultaram no primeiro gol Avaiano. Rômulo, com o toque sutil na bola, aprofundando a jogada e Capa chegando no tempo certo, para bater de chapa, de primeira, na saída do goleiro Wilson, a bola estufando os altos da rede. Um belo gol.

E, falando em lampejo, é obrigatório mencionar a categoria de Marquinhos. Colocado em campo para cumprir uns poucos minutos restantes do jogo, o Galego deixou sua marca registrada na forma de um lançamento perfeito para Renato, que invadiu a área em velocidade, para ser tocado e derrubado. Pênalti claro que o Galego cobrou muito bem e converteu, fechando o marcador.

* Roberto Costa é associado do Avaí FC. Foto acima: Jamira Furlani/Avaí FC

1 Comentário:

Roberto disse...

OS OLHOS DA PAIXÃO.

Já de manhã cedo secadores beneficiados por um pênalti inexistente, com o qual ganharam um ponto na rodada passada, estão contestando o pênalti apitado ontem, em favor do Leão, alegando que Renato não foi tocado. Coisa de quem observa o lance com os olhos da paixão.

A atitude do árbitro foi convicta e a reclamação dos adversários foi morna, o que é sintomático.

Também esquecem de um detalhe, mesmo sem o pênalti ganharíamos os três pontos, diferente do pênalti deles, que representou a vantagem de um ponto na tabela. - RC

Postar um comentário

A MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS FOI ATIVADA. Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos, antes de serem publicados pelo autor do Blog.

Odontokist

Arquivos do Blog

  ©André Tarnowsky Filho - Todos os direitos reservados.

Modificado por Marcos TOTÔ | Template by Dicas Blogger | Topo