segunda-feira, 17 de abril de 2017

Bom dia, Azurras - nº 2.530

LANCE OBSCURO
Ontem comentei sobre o que considerei "O LANCE DO JOGO", onde critiquei a forma como os jogadores Judson e Marquinhos, substituídos aos 15 minutos do segundo tempo, deixaram o gramado da Ressacada, não cumprimentando seus colegas, saindo direto em direção ao vestiário avaiano.

Aparentemente, a coisa poderia ficar nisso mesmo, mas pela movimentação nas redes sociais, inclusive num dos grupos de WhatsApp que participo, em função de um comentário do amigo e avaiano Rodrigo João, que estava na Ressacada, resolvi acompanhar a entrevista do técnico Claudinei Oliveira após a partida, com imagens da TV Avaí, através do YouTube.

Creio que até a final teremos muitas coisas para serem resolvidas, inclusive tirando o diretor de esportes, Joceli dos Santos, da sua zona de conforto, fazendo com que trabalhe um pouco mais, domando as vaidades de "sempre" no Sul da Ilha...

Como disse ontem, Judson, só Deus sabe a razão, voltou para o banco de reservas, mas Marquinhos, ficou por lá mesmo, na boca do vestiário. Joceli dos Santos disse que o capitão iria "voar" este ano, que seria seu ano. Não está voando nem vai voar, não adianta insistir. Uma coisa é se dar bem com a mídia safada que temos por aqui, outra é jogar futebol...

O técnico Claudinei Oliveira pode ter muitos defeitos, mas segue fazendo um belo trabalho com esse elenco limitado, de pouquíssimas alternativas, e até por isso merece ser prestigiado num momento delicado como esse.

Já passou da hora de cortar as unhas de quem insiste em pensar que é maior que o clube. Simples assim.




PIOR DO QUE IMAGINEI
"Em relação ao Marquinhos, acho que vocês tem que perguntar para ele, né? Se ele reclamou na coletiva durante a semana, vocês tem o WhasApp dele, o contato dele, falem com ele.
Eu tô focado no jogo, né. Se ele achou que deveria descer para o vestiário por algum outro motivo que não fosse qualquer motivo dentro da normalidade, aí...
O questionamento tem que ser pra ele, não pra mim, ele é o capitão da equipe, a gente espera sempre atitudes corretas, coerentes dele, acho que algum motivo ele teve para descer e tem que perguntar pra ele.
Eu sinceramente não tive tempo de perguntar isso pra ele ainda." 

Do técnico Claudinei Oliveira, sobre o "LANCE DO JOGO", que comentei na Bom dia, Azurras de ontem. A entrevista completa do treinador avaiano está na postagem das 10 horas.




NÃO INSPIRAM CONFIANÇA
"Temos titulares que ainda não convenceram em vista da série A. Diego Jardel, o próprio Marquinhos e sua pouca mobilidade, Rômulo, tem jogo em que parece que se esconde, e Kozslinsky não tem regularidade, parece que treme. Alemão é uma incógnita. Um absurdo a teimosia de Claudinei escalando D. Jardel e mantendo no banco o bom jogador Vinicius Pacheco, não consigo entender."

Não ousaria tirar a razão do meu "sócio" Roberto Costa, que deu apenas cinco exemplos que não estão funcionando na equipe do Avaí. Aliás, RC deu comentou sobre a parte técnica, mas parece que o buraco é mais embaixo...






TROPEÇANDO NAS PRÓPRIAS PERNAS
"Sobre o jogo, só um time queria jogar. E foi o vencedor. 
O time do Avaí do clássico na Ressacada até agora não evoluiu nada. Time medroso, jogadores lentos e mandriões, goleiro que já está fazendo hora extra no time e um panorama muito ruim se desenhando para os jogos das finais e série A. Como sempre, o Avaí tropeçando nas próprias pernas."

Comentário do amigo Raniere Francisco Torquato, vizinho da Ressacada, associado do Leão, com o qual assino junto.




ESTAMOS NO PÁREO E TEMOS QUE CONTRATAR
"Não vejo a Chapecoense com esse time todo, podemos enfrentá-la sim, com esse elenco, mas para isso nosso treinador precisa ter humildade e mudar sua forma de jogar e peças, com esse elenco uma alternativa para as finais e Brasileiro seria colocar 3 volantes (Luan, Judson e Lucas Otávio), no meio Vinícios Pacheco, na frente Denilson, Rômulo e Júnior Dutra, teríamos um time mais veloz e consistente no meio, mais equilibrado e contratar e rápido. 
Eu ainda apostaria no Roberto fez um bom paulista, lateral esquerdo Guilherme do Bangu, Ratão do Tubarão, atacante Luan do Red Bull Brasil, traria dois bons zagueiros é um lateral direito é um meia direita rápido é um camisa 10."

O xará e advogado André Luiz Cardoso, associado do Leão, sempre junto com o clube, atento ao que está por vir.




AMADORISMO E VAIDADE
"Time obsoleto, jogadores sem objetivos na vida, diretoria acomodada e para finalizar treinador teimoso e arrogante. Isso eu já vi em 2012, só que no outro lado da ponte. Bom, o resultado todos sabem... 
Enquanto a diretoria fica prestando homenagens à raposas felpudas, eles (mídia), jogadores e árbitros, vão ferrando a instituição Avaí FC.
Muito amadorismo para quem vai disputar um campeonato tão profissional
."


O Serjão Prazeres Júnior, do blog Sérgio Nativo, um avaiano acima de qualquer suspeita, não está errado. Ao invés de bajulações com quem não merece, melhor seria termos um time mais competitivo, novas contratações, mas outra vez estamos muito atrasados...




GRANA OUTRA VEZ?
"Não sei que tipo de ajuste fez Battistotti com os atletas, mas a impressão que ficou dessas entrevistas é de que tocaram intencionalmente num ponto nevrálgico, visando conturbar o possível bom relacionamento na Ressacada, o que não surpreende.
Ao que parece, e se analisarmos a fria postura da equipe no jogo de ontem, vamos ter uma repetição trágica de outros finais de campeonato, com o time entrando em campo para cumprir tabela, dando uma banana para Clube e torcida."

Trecho extraído do texto "O FEL DOS ALUGUETES", clique AQUI e confira, onde Roberto Costa deixa nas entrelinhas que há algo no ar, tipo atraso na premiação pelo acesso conquistado ano passado, praticamente com esse mesmo grupo...

Será?






Saudações AvAiAnAs!

22 Comentários:

Valter disse...

Bom, reta final do campeonato chegando e parece que os problemas estão aparecendo em hora errada.
Sobre os episódios acontecidos no último jogo, a direção tem que ser enérgica e deixar tudo muito claro.
Marquinhos,penso eu, além de fisicamente não ser mais o mesmo, parece estar preocupado com a situação de se tornar o maior artilheiro da Ressacada, o que também pode estar tirando sua concentração.
Acredito que o Avaí esteja um pouco atrasado em termos de reforços para a Série A e que no mínimo seis atletas deveriam vir para ser titular, caso contrário o brasileirão poderá se tornar um pesadelo para o torcedor avaiano.

Valter - Os Teimosos de Garopaba.

ANDRÉ LUIZ disse...

Pelo trecho da entrevista do Claudinei este não gostou dá atitude do Marquinhos, agora resta saber se a diretoria irá amparar este caso queira sair dá zona de conforto, ou se este quer sair, temos 2 semanas para termos​as respostas.

Alexandre Carlos Aguiar disse...

Curioso que nos últimos anos, em situações relacionadas aos fracassos do Avaí e saída de treinadores, o ex-jogador Marquinhos Santos, mais conhecido como Marcos Véio, esteve envolvido.
Mas, pelas leis da Física, da Matemática e da calculadora do Manoel da quitanda são apenas coincidências. Somente coincidências.

Daniel Salles disse...

Agora que o segundo turno já se foi definitivamente, que o Claudinei não "poupe" o time. Aproveita esses dois jogos antes da final pra testar outra formação ixtepô!

Os "titulares" parecem estar confortáveis, viram que os "reservas" não deram conta do recado no início do segundo turno. Ta na hora do Leão apresentar umas contratações pra dar uma "motivada" nessa galera...

Sergio Nativo disse...

Andre, além desse comentário de Claudinei sobre marquinhos e Judson, houve outro em que ele foi questionado sobre as dificuldades de fazer o segundo jogo la casa do adversário. De forma arrogante não respondeu, mas de forma patética mostrando que ja não tem mais o grupo na mão devolveu a pergunta aos repórteres perguntando. -Quanto foi o primeiro jogo do Avai na Ressacada. Alguém respondeu. - 3 a 0 Avaí. Quanto foi o segundo jogo? Resposta: 2 a 0 para Chapecoense. E nervosamente concluiu. -Nos confrontos saímos ganhando.
O cara pirou, esquecendo que o Avai do turno não é o Avai do returno e a Chapecoense não é aquele time em formação. Temos totais chances de levar o titulo, mesmo a decisão sendo no Índio Conda. Mas para isso Claudinei tem que voltar a ser mais humilde e ter o grupo de volta na mão e aquela babaquice nos bastidores dos jogadores antes do jogos de dizer que jogam pela família e pelo clube passe a ser verdade. Caso contrario, não só perdemos o titulo como daremos vexame.

Fernando TS disse...

Não assisti ao jogo no sábado por conta de um evento etílico com amigos, evento de suma importância. Contudo, evidentemente soube do resultado e da atuação pífia do Leão da ilha. Ontem fui numa confraternização de Páscoa e lá tive a oportunidade de conversar com a Dona Selma, torcedora avaiana apaixonada e moradora do Bairro Saco Grande. Dona Selma estava indignada com a atuação do Leão, xingou meia dúzia de jogadores, falou que foi um dos piores jogos que ela viu na ressacada e o papo prosseguiu. No fim da conversa ela falou algo que tenho escutado muito por aí (e lido por aqui também): esse campeonato já está acertado para a Chapecoense.

Não sou de teorias da conspiração, mas há uma atmosfera geral em torno disso, algo que me preocupa muito. A própria mídia da capital fez coro para que o verdão do oeste conquistasse o título do segundo turno, pois a taça carregava o nome de Sandro Pallaoro. Não falo disso para justificar a incompetência dos nossos atletas, mas digo que a diretoria do Leão tem que se fazer presente na Federação Catarinense de Futebol para que fatos extracampos não sejam determinantes na finalíssima.

Forte abraço aos amigos avaianos!

Fernando TS

Carlos avaiano disse...

Bom dia avaianos
Que palhaçada é essa?
Estive fora da cidade em viagem, fiquei sabendo do resultado lá em São Paulo e pensei ser uma pegadinha de primeiro de abril atrasada.
Com as noticias de pendências de premiação em atraso e dificuldades de montar um plantel qualificado para a série A, faço a única pergunta que realça este resultado e a entrega da final pra casa da coitadinha:
Por quanto o avai vendeu o campeonato?
Se não trouxerem este título pra ressacada, ficarei convencido de que AVAIANOS somos só nós torcedores, pois dos portões pra dentro tirando algumas exceções é só perfumaria e jogo de vaidade e poder.

ManoelNilson disse...

Creio que não existe conspiração alguma nem tampouco desunião no grupo de difícil solução. Ao ver,o problema chama-se Claudinei de Oliveira que teima em manter um sistema de jogo manjado que os adversários já aprenderam neutralizar. Jogamos num estranho sistema 6,1,3. Ou seja, são os 4 detrás, mais Luan e Judson que só atrasam a bola para sair pelas laterais, o M10 isolado no meio e 3 atacantes, sem haver integração entre os 3 setores do time (defesa, meio e ataque). Resutado: o adversário que marca as nossas laterais, o que todos estão fazem, o nosso tinha fica embrulhado e sem saída. Este é o cerne da questão. Sistema de jogo sem alternativa. Desta maneira, não adianta contratações. Primeiro temos de arranjar um Moisés Cândido pra falar com Claudinei de Oliveira, sob pena de passarmos um dos maiores vexames na Série A deste ano.

Nelson Andrade Filho disse...

Concordo com a maioria dos comentários publicados, principalmente do amigo Sérgio Nativo, Alexandre Carlos Aguiar e da escalação do time feita por André Luiz Cardoso.
Chega de M10 (ex-jogador), Diego Jardel, nunca evoluiu.
Quanto ao Sr. Claudinei, acho muito suspeito e já está fazendo hora extra na Ressacada.

Diego Feliciano disse...

Só sei que não entendo pq esses problemas sempre veem quando estamos perto de um momento decisivo, e sempre junto vem o Marquinhos envolvido. Já ta me causando repugnância em todo ano ver as mesmas histórias acontecerem, e quem sai mais abalado nessa suruba toda, é o torcedor. Passei o feriadão na capital, pois sou de Rio do Sul, aproveitei o fato de estar lá, e fui ver o jogo (maldita hora, deveria ter ficado na lagoa da conceição tomando uma gelada). Trágico, mesmo sendo um jogo que não valia muita coisa, mas para a torcida que quer ver seu time bem para chegar nas finais fortalecido, vimos um sofrível futebol que faz a torcida definhar. Triste ver, que pelo que li aqui, são fatos do mais do mesmo, todo ano a mesma coisa. E a série A? Já me embrulha o estomago só de pensar, quais histórias virão? Personagens novos ou os mesmos? Veremos.

Heitor Filho disse...

Acho que tem gente vendo chifre em cabeça de cavalo...

Quanto ao Claudinei, coitado... Com Gustavo Santos, Caio Cesar, João Paulo e Yuri como opções, fica um pouquinho, mas só um pouquinho complicado, né?

Depois de três anos penando para permanecer na série A do estadual, devendo até pro diabo, estamos na final e entre os 20 melhores time do BRASIL. Tá ótimo, pode melhorar? claro, e deve, principalmente do ponto de vista de bola jogada.

Vai pra cima deles leão!

André Tarnowsky Filho disse...

Professor Valter,

Não mudo uma vírgula do que o amigo escreveu.
Lamentavelmente, o Avaí permitiu que a undas de alguns crescesse e estamos dessa forma...

Abraço!

André Tarnowsky Filho disse...

André Luiz,

Pelo que foi visto no clássico, creio que seguem na zona de conforto.
O Catarinense está escorregando de nossas mãos...

André Tarnowsky Filho disse...

Aguiar,

Muito bem observado, mas como bem colocaste, são apenas "coincidências"...

André Tarnowsky Filho disse...

Daniel Salles,

Os titulares estão confortáveis e dando de ombros para o clube, essa que é a verdade...

André Tarnowsky Filho disse...

Serjão,

Acredites, o Claudinei é o menos culpado.
Pessoalmente te explico...

André Tarnowsky Filho disse...

Fernando TS,

Precisamos estar de olhos bem abertos...
Não vai ser fácil!

Abraço!

André Tarnowsky Filho disse...

Carlos Avaiano,

Resumiste muito bem: uma palhaçada!

André Tarnowsky Filho disse...

Manoel Nilson,

Por favor, não queiras dar uma de porta-voz do M10...
Já chega os cheiradores de cueca do "ídolo"!

André Tarnowsky Filho disse...

Nelsinho,

Apesar dos relevantes serviços prestados, é um ex-jogador. Simples assim.

André Tarnowsky Filho disse...

Diego Feliciano,

Devias ter ligado...
Ficaste devendo aquela gelada na Lagoa!

Abraço!

André Tarnowsky Filho disse...

Heitor Filho,

Assino contigo, mas que há algo de podre no Reino da Ressacada, não tenhas dúvidas...

Postar um comentário

A MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS FOI ATIVADA. Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos, antes de serem publicados pelo autor do Blog.

Odontokist

Arquivos do Blog

  ©André Tarnowsky Filho - Todos os direitos reservados.

Modificado por Marcos TOTÔ | Template by Dicas Blogger | Topo