sexta-feira, 28 de abril de 2017

Bom dia, Azurras - nº 2.541

SOBRE A ARBITRAGEM
Como já comentei aqui, não costumo dar pitaco em arbitragem, até porque faço uma postagem em dia de jogos dando um "raio X" do árbitro da partida em relação ao Leão nos dias de jogos, mas hoje é inevitável, até porque ontem sortearam os árbitros para as finais...

Acompanhei o sorteio comendado por Sandro Mattos (pensa num homem chato e repetitivo...), presidente da Comissão de Arbitragem da FCF. Concorriam Sandro Meira Ricci, bolinha 1, Héber Roberto Lopes, bolinha 2, e Bráulio da Silva Machado, bolinha 3.


Para a partida de domingo, o sorteado foi Héber Roberto Lopes, e para a partida de Chapecó, Bráulio da Silva Machado.

Particularmente, não gosto da ideia de ver Héber apitando jogos do Avaí, mas se ambos os presidentes dos clubes finalistas escolheram as três opções, vamos para o jogo...




HÉBER, PERIGO À VISTA
Paranaense de Londrina, a história de Héber Roberto Lopes vai longe na arbitragem nacional. Em sua terra natal, todavia, não é visto com bons olhos, apesar de sua extensa carreira no futebol mundial.

Ocorre que Héber é daquele árbitro que quer ser mais importante que o espetáculo. Tipo do árbitro que tranca o jogo, amarra, até provoca os jogadores com sua prepotência. É óbvio que tem seus méritos, ao ponto árbitro FIFA desde 2002, mas verdade seja dita, nunca é certeza de um "bom apito"...

No atual Campeonato Catarinense, com o Leão em campo, apenas atuou no empate em 0 a 0 do Clássico do turno.




BRÁULIO PRECISA CONFIRMAR
Na sequência do maçante sorteio do árbitros na FCF, o agraciado para comandar a segunda partida foi Bráulio da Silva Machado, nascido na nossa querida "Zimba", e não sem razão, foi eleito o segundo melhor árbitro do Campeonato Brasileiro de futebol das Séries A e B do ano passado.

No entanto, com todo o respeito que merece, no atual Catarinense não deixou de se envolver em polêmicas, não sendo nem de perto aquele árbitro que foi enaltecido por toda a mídia no ano passado.

Nas partidas do Avaí neste Catarinense, Bráulio este presente em três delas, vitórias do Leão sobre o Tigre, 1 a 0, em Criciúma, 2 a 1 sobre o Metrô na Ressacada, e derrota de 2 a 0 para a Chape, em Chapecó.




NÃO GOSTEI
Claro que para ser campeão não se deve olhar para os lados, mas seguir em frente na busca do objetivos, ultrapassando todos os obstáculos que apareçam pela frente. De uma maneira geral, não gostei da arbitragem sorteada...

Creio que, apesar de TODOS os três nomes serem capacitados, TODOS também tiveram momentos ruins dentro da competição. Particularmente, não vejo Héber como uma arbitragem confiável. Tipo do cara para deixar a partida terminar empatada...

Quanto ao Bráulio, seria uma segunda opção, tem se mostrado muito "caseiro", como aconteceu na partida Joinville 1x0 Criciúma...

Gostaria de ter visto Ricci numa das partidas!




VALEU, NACIONAL
Nunca escondi para ninguém que não torceria pela Chapecoense nesta Copa Libertadores. Até por questões familiares, minha filha é metade uruguaia, tem dupla nacionalidade, e na família por lá todos torcem pelo Nacional, obviamente que estava torcendo pelos "hermanos"...

Com todo o respeito que merecem esses vaselinas na nossa mídia, "El Bolso" colocou a Chapecoense no seu devido lugar, até porque, por melhor que seja o elenco comandado pelo prepotente Vagner Mancini, o time não é toda essa "fantasia" que a mídia daqui e a nacional tem cantado em verso e prosa...

Por questões particulares, estava no Hospital de Caridade, não acompanhei a partida, mas adorei o resultado e os acontecimentos...




SEM LAMENTAÇÕES
Não custa repetir, até por que já escrevi uma vez: minha cota de lamentações sobre a tragédia com o time da Chapecoense no ano passado já se esgotou, ainda que respeite as famílias enlutadas, mas o que acontece hoje sobre o clube beira o ridículo.

Sim, para tudo há que se fazer uma reverência aos verdinhos do Oeste, como se eles, esse time atual, tivesse passado por todo o problema. Não é assim, e figuras como Mancini e o "tarado do Parque" Rossi estão aí para confirmar minha tese...

A "Nova Chape" está aproveitando muito bem essa marola da fama, sob todos os aspectos, mas os "gringos", tanto argentinos e uruguaios, nem quiseram saber dessa conversa mole e meteram bola na rede...

Espero que o Avaí siga o mesmo caminho, e que repita o que fez no turno...

Dá-lhe, Leão!




MENOS MAL
Depois de ler algumas críticas sobre sua contratação, principalmente pelo tempo em que fica à disposição do departamento médico, creio que a boa notícia foi saber que o lateral Leandro Silva está de volta aos treinamentos.

Agora, ao invés de queimar a língua como escrevi ontem, o técnico Claudinei Oliveira tem a certeza de que poderá contar com todos os jogadores à sua disposição para a primeira da grande final contra a Chapecoense

Nesta sexta-feira, como dito ontem por aqui, o elenco avaiano segue treinando no Costão do SantinhoNorte da Ilha, mas após as atividades, serão liberados e se reapresentam amanhã pela manhã, para a última movimentação antes da partida de domingo.

Capricha, Leão!




PROMOÇÃO PRORROGADA
Como comentei ontem, para aquela galera que sempre reclama dos preços dos ingressos, havia um alerta de que promoção especial em vigor até ontem, 27 de abril, R$ 20,00 para o Setor H, terminaria na quinta. 

No entanto, como ainda sobraram ingressos, os ingressos promocionais do Setor H, comercializados apenas na Ressacada, tiveram o prazo prorrogado e até amanhã, sábado, dia 29, ainda estarão à venda, até serem esgotados.

Vais ficar fora dessa?






Saudações AvAiAnAs!

8 Comentários:

Fernando TS disse...

Bela iniciativa do marketing do leão em fazer vídeos com ídolos da nossa história. Não vi Toninho Quintino, Orivaldo e Adílson Heleno (campeão catarinense no ano em que nasci, 1988) jogarem, mas vi o Emerson, zagueiro campeão em 2010 e hoje titular do Botafogo e jogando a Libertadores da América. Essa campanha tem mexido com a torcida e criado um clima positivo para a decisão de domingo. Além do mais, é uma homenagem bonita aos nossos ex-atletas, assim os ícones da nossa história não caem no esquecimento.

Como já foi dito por diversos torcedores neste blog (e também pelo blogueiro), o momento de reclamar dos jogadores passou, agora é hora de apoiar e fazer uma grande festa no primeiro jogo da decisão. O Claudinei não tem do que reclamar, pois está com o time completo e os seus onze titulares disponíveis. Nada nos impede de vencer o primeiro jogo. Ressalto que o treinador vem montando esse time desde o ano passado. É hora de jogar bola.

Aproveito ainda para pedir que os nossos jogadores não caiam em eventuais provocações do nosso adversário, principalmente o Rossi, que mostrou no jogo de ontem a sua principal jogada...

Abraços aos amigos avaianos!

Fernando TS

André Tarnowsky Filho disse...

Fernando TS,

Indubitavelmente, nada nos impede de vencer!
Quanto ao marketing, essa ação merece ser elogiada, mas falta muito ainda para desenvolverem um bom trabalho...

Abraço!

Raniere disse...

André, são nestes momentos que a torcida avaiana tem que estar, incondicionalmente​, ao lado do time. Quanta gente não queria que seu time estivesse numa final? Nós estamos. Então amanhã vamos passar aquela energia positiva para os jogadores e domingo fazer aquela festa. Seremos campeões.
Grande abraço.

André Tarnowsky Filho disse...

Raniere,

Precisamos estar atentos porque não será uma final fácil, mas confio muito na nossa capacidade de conquistar esse título.
Estaremos lá!

Abração!

Victor Carvalho disse...

Boa tarde, André.

Corroboro com suas palavras ao dizer que falta muito para o marketing do Avaí não desenvolve um bom trabalho, mas vou além, creio que o departamento de marketing não esteja à altura da grandeza do Clube, assim como tantos outros departamentos do clube, infelizmente.
Mas... Noves fora.
Domingo é dia de vestir a camisa, se reunir com os amigos, dispor ao time aquela energia positiva de sempre, é dia de sofrer, sim, mas é um tipo de sentimento que muitos torcedores gostariam de ter e nós teremos!
A grandeza do Avaí nos remete a sempre acreditar, por mais complicado que seja, assim sendo, mesmo ante a todas as dificuldades já externadas (mídia, Federação, juízes e claro a equipe qualificada da Chapecoense), creio e muito no título AvAiAno.

Grande abraço.

André Tarnowsky Filho disse...

Victor Carvalho,

Pelo visto, vivenciamos no mesmo clube, né?
Aliás, o Avaí perde uma enorme chance de firmar sua marca em coisas bem simples, basta veres o Clube de Benefícios, sem qualquer divulgação...

Abraço!

Victor Carvalho disse...

André,

Com toda certeza, infelizmente, os sócios não são agraciados como deveriam e nem refiro somente à mim, que sou sócio desde 2008, mas àqueles que dispõem recursos financeiros ao Clube a mais de década, falta um pouco mais de trato com esses.
Mas... essa é uma outra e longa história.

Domingo é coluna da esquerda, é Avaí na "cabeça".

Grande abraço.

André Tarnowsky Filho disse...

Victor Carvalho,

Sim, outra história bem diferente...
No mais, Deus te ouça!

Abraço!

Postar um comentário

A MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS FOI ATIVADA. Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos, antes de serem publicados pelo autor do Blog.

Odontokist

Arquivos do Blog

  ©André Tarnowsky Filho - Todos os direitos reservados.

Modificado por Marcos TOTÔ | Template by Dicas Blogger | Topo