domingo, 9 de julho de 2017

TORCEDOR PROTESTA NO ESTREITO, by Roberto Costa

O time do Estreito sofreu mais uma derrota em casa, desta vez para o Ceará, por dois a zero, complicando sua situação na tabela e a de seu treinador, que assumiu o cargo acenando com a possibilidade de título.

O Ceará não jogou um futebol irresistível, de grandes jogadas, coisa de empolgar. Foi um time aplicado, e frio, que soube anular muito bem as principais jogadas do adversário. Para alguns alvinegros do Estreito o primeiro gol cearense nasceu de um chutão para o ataque. A mim pareceu fruto de um belo lançamento, que o jogador Pedro Ken dominou no peito com categoria, lançando a bola  no canto direito do goleiro Thiago Rodrigues.

O time do Wilfredo buscou por todo o primeiro tempo o gol de empate, principalmente nos lances de bola parada. Em dado momento, conseguiram em três escanteios seguidos criar grandes perigos dentro da área do Ceará, mas esbarraram na competência do bom goleiro Éverton.

Aos doze minutos do segundo tempo, o goleiro Thiago Rodrigues, talvez inspirado em Koslinsky, do Avaí, foi imprudente, retardando o lançamento ao ataque da bola que tinha a seus pés. Ao fazê-lo, complicou-se, chutando em cima do jogador Ricardinho, que o assediava. A bola atingiu as pernas do adversário, resvalando para dentro do gol. O time Barbie sentiu o golpe, lançando-se ao ataque na base da emoção, mas correu sérios riscos de tomar, em contra-ataques, o terceiro gol.

O atacante Roberto, ex-Avaí, ex-Criciúma, e agora no Ceará, que elogiei em outra ocasião por suas vibrantes arrancadas, jogou uma partida discreta. 

A torcida Barbie, descontente com a situação na tabela e diante de mais esta derrota, realizou um protesto dirigido ao presidente do Clube.

* Roberto Costa é associado do Avaí FC. Foto acima: Luiz Henrique/FFC

2 Comentários:

Fernando TS disse...

Vou aproveitar o tema "protestos" para falar do Vasco x Flamengo de ontem.

Ontem presenciamos, uma vez mais, cenas lamentáveis e de selvageria no futebol brasileiro, um esporte que insiste em não se profissionalizar nas terras tupiniquins. No estádio do Vasco da Gama, São Januário, o Flamengo venceu o clássico por um placar apertado, num jogo equilibrado. A torcida desconsiderou a boa campanha do cruzmaltino no Campeonato Brasileiro e partiu para a ignorância. Os atletas se refugiaram no centro do gramado, assim como trabalhadores que transmitiram a partida. Pessoas que não estavam querendo confusão fugiram escalando as cabines de rádio e TV. Bombas eram arremessadas pela Polícia Militar para conter a multidão e objetos foram lançados pelos torcedores no gramado, centenas de objetos: cadeiras, latas, copos, barras de ferro, hastes de bandeirões. Diversas avarias presenciadas no tradicional estádio vascaíno. Triste. Para fechar, um torcedor foi baleado e morreu.

Esse extenso relato serve como introdução para uma pequena reflexão: e se fosse o Avaí ou ainda outro time de menor expressão no cenário nacional? Qual seria a punição? Quantas vezes nós vimos a seguinte cena: um torcedor arremessa um copo de plástico no campo, o quarto árbitro pega o copo e levanta sinalizando para o árbitro principal. Então, o objeto é coletado e utilizado para “arregaçar” o time mandante nos tribunais. O Avaí perdeu mando de campo por conta de um rojão num clássico contra o Figueirense (cambaleante Figueirense...). O Joinville perdeu mandos de campo recentemente por conta de uma confusão em sua Arena. Enfim, os exemplos são muitos.

Resumindo a ópera, se o Vasco for punido com o rigor necessário, em um julgamento jurídico e não político, o seu estádio será interditado e o time perderá boa parte dos seus mandos de campo na corrente competição.

Grande abraço aos amigos avaianos. Que o nosso time apronte uma boa em Porto Alegre.

Fernando TS

André Tarnowsky Filho disse...

Fernando TS,

Acabei usando teu ótimo comentário na BDA...
Fica a pergunta: punição exemplar para o Vasco, e a Chape?

Postar um comentário

A MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS FOI ATIVADA. Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos, antes de serem publicados pelo autor do Blog.

Odontokist

Arquivos do Blog

  ©André Tarnowsky Filho - Todos os direitos reservados.

Modificado por Marcos TOTÔ | Template by Dicas Blogger | Topo