segunda-feira, 11 de junho de 2018

Bom dia, Azurras - nº 2.950

SEMANA CORUJA
O elenco avaiano se reapresenta hoje para os treinamentos visando a partida contra o Boa na próxima sexta-feira, dia 15 de junho, às 20h30min, no Estádio Municipal Dilzon Luiz de Melo, o "Melão", em Varginha, Minas Gerais, numa partida para confirmar a permanência do Leão no G4!

O clube de Minas Gerais terminou a 11ª rodada na lanterna da competição, o que significa dizer que vai para seu reduto numa situação de desespero, até porque, mesmo que vença o confronto, seguirá na zona de rebaixamento, ou seja é franco atirador.

Para o Avaí, e isso não é novidade, apenas a vitória interessa justamente por uma razão bem clara: se manter no cobiçado G4!

Até por isso, por não ser um confronto direto, até pelo contrário, é um confronto de opostos, há que se ter muito respeito e cuidado para com o adversário, que não tem muito a perder, assim como aconteceu com o Criciúma, que chegou na nossa bela Ressacada na última colocação e nos levou três preciosos pontos... 

É inegável que que as duas equipes estão passando por momentos absolutamente diferentes, o que não representa nenhuma facilidade para quem quer que seja, até porque os confrontos entre Avaí Boa, ainda que o Leão leve vantagem de 3 vitórias contra uma da Coruja, além de dois empates, sempre foram muito equilibrados.

Capricha, Leão!





ADVERSÁRIO PERIGOSO
Ontem eu alertei sobre o fato de não nos enganarmos com a lanterna segurada pelo Boa neste momento. O Coruja demonstrou na última rodada, empatando com o Tigre em Criciúma, que tem condições de atrapalhar a vida de muita gente, assim como freou o time do Sul do Estado, que vinha de vitória na Ressacada e goelada sobre o Paysaundu.

Como coloquei ontem, o resultado não aliviou a situação do Coruja, que segue na lanterna da competição, mas não há dúvidas de que o campeonato segue equilibrado e todas as equipes seguem na briga, quer pelas primeiras posições, quer para fugir da zona de rebaixamento.

Abre os olhos, Leão!




SEM DESFALQUES
Ao que parece, o técnico Geninho vai ter todo o elenco à sua disposição para escolher a equipe que colocará em campo, sem nenhum jogador contundido, e tendo o retorno do lateral direito Guga, que cumpriu suspensão automática contra o Coritiba.

Quando falo em jogador contundido, me refiro ao caso de Judson, que voltou ao time na última partida, outra vez fazendo um bom jogo. Jogadores que não estão aparecendo na equipe, como Maurinho, Rafinha, não podem nem devem ser considerados "desfalques", até porque nunca se fizeram presentes nem mesmo durante o Campeonato Catarinense...




CARTÕES
Se o técnico Geninho perdeu Judson por contusão por dois jogos, assim como ficou sem Guga por suspensão automática, há que se ter cuidado com os cartões amarelos. Na partida contra o Boa, quatro jogadores considerados titulares, e mais dois que são reservas imediatos, entram pendurados na partida...

Mesmo assim, em 10 partidas realizadas, o Avaí tem um número razoável de cartões amarelos, 25, e apenas um vermelho, sendo o 14º time mais "amarelado" da competição". Se compararmos ao nosso próximo adversário, os números são parecidos, com o time mineiro tendo 26 cartões amarelos e duas expulsões.




BOLA VAI ROLAR
Ontem comentei que a 11ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B começa nesta segunda com uma partida isolada, Juventude x Coritiba, em Caxias do Sul, no estádio Alfredo Jaconi, e caso haja vitória paranaense, outra vez o G4 será alterado momentaneamente.

Sim, se o Coxa vencer na Serra Gaúcha, ainda que momentaneamente, ele assume a segunda colocação, deixando o CSA em teirceiro e o Avaí em quarto, com o Figueirense saindo do G4. Caso haja empate, haverá mudança apenas na quarta colocação, com o time do Estreito deixando o G4 para a entrada do clube do Alto da Glória.

Se o Juventude vencer, ele empata em pontos com o Coxa, 17, mas não ultrapassa na classificação em função do número de vitórias, assim como não altera o G4.




PIORANDO
Um jogo isolado na segunda-feira é mais do que o normal, até porque está atendendo os interesses da televisão, onde sempre fazem uma "tabelinha" ao final da partida com o programa da SporTV.

O que chamou minha atenção, e não somente hoje na partida Juventude x Coritiba, bem como amanhã, Londrina x Goiás, é o péssimo horário escolhido, 18 horas...

Se fosse na Ressacada, certamente o "berro" ia ser geral, porque se às 19h15min já é ruim, com muitos torcedores não conseguindo chegar, posso imagino assim tão cedo...





Saudações AvAiAnAs!

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

A MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS FOI ATIVADA. Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos, antes de serem publicados pelo autor do Blog.

Odontokist

Arquivos do Blog

  ©André Tarnowsky Filho - Todos os direitos reservados.

Modificado por Marcos TOTÔ | Template by Dicas Blogger | Topo