quinta-feira, 7 de junho de 2018

Noite de gala para o capitão Marquinhos

Marquinhos recebe a homenagem dos vereadores Dalmo Meneses e Guilherme Pereira
O meia e ídolo avaiano Marquinhos foi homenageado na noite desta quarta-feira (6), pela Câmara de Vereadores da Capital, com a Medalha Mérito Desportivo de Florianópolis, pelo seu trabalho no futebol. Durante a Sessão Solene no Plenário Vereadora Olga Brasil, Marquinhos também recebeu das mãos do vereador Dalmo Meneses, autor da proposição de homenagem ao capitão do Avaí, uma placa por ser o maior artilheiro da Ressacada. O craque azurra ainda foi o orador oficial dos homenageados, onde destacou a importância do apoio ao esporte amador, ao trabalho pela cidade e discorreu sobre sua carreira de mais de 20 anos.
O craque do Avaí foi muito assediado pelos torcedores, funcionários da casa e pelos próprios vereadores, muitos dos quais avaianos. Ao início da Sessão Solene, o presidente da mesa, vereador Guilherme Pereira deu início às homenagens com o Troféu Manezinho da Ilha Aldírio Simões. Em seguida começou a premiação dos Destaques Esportivos. Foram agraciadas dez personalidades do esporte, gente que fez trabalho comunitário na área esportiva. Marquinhos foi o quinto homenageado, recebendo a medalha das mãos de Dalmo Meneses, vereador que é também sócio avaiano e ainda uma placa por ser o maior artilheiro da Ressacada.
Ao final das homenagens, Marquinhos foi convidado a falar em nome dos homenageados da noite. O capitão avaiano disse no início que era mais fácil falar no vestiário, para os seus companheiros de equipe, mas que se sentia honrado em representar todos os agraciados. Fez os agradecimentos que deveria e discorreu um pouco sobre a sua carreira. Lembrou de como foi o início, em Biguaçu, ainda muito jovem, da passagem pelo futsal. Da força que recebeu do seu primeiro técnico, professor Mesquita, também presente à Sessão.
Marquinhos falou da rivalidade na cidade, da importância dos ídolos para os clubes da capital. Pediu desculpas e foi aplaudido por isso, por alguns exageros em clássicos. Lembrou das grandes conquistas no Avaí, dos acessos, das grandes vitórias, do tempo de Santos ao lado de Neymar e que era um homem realizado. “Paro no final da temporada ciente de que dei o meu melhor ao longo de todos esses anos”, disse. Pediu para os vereadores continuarem apoiando o esporte da cidade, melhorando Florianópolis. Citou os esportes olímpicos que o Avaí apoia pelo desejo do presidente Battistotti. E por último a valorização dos jovens que ingressam hoje no esporte. Foi uma noite de gala para o craque avaiano e para toda a Nação Avaiana.
Carreira de conquistas
Marcos Vicente dos Santos ou simplesmente Marquinhos é o eterno capitão azurra e maior artilheiro do Estádio da Ressacada. Aos 36 anos, o craque avaiano ensaia o encerramento da vitoriosa carreira ao final desta temporada. Natural de Biguaçu, Marquinhos tem uma longa caminhada no futebol, sempre com grandes conquistas pelas dez equipes que defendeu na carreira.
É reconhecido pelos torcedores e requisitado por todos. Polêmico, envolveu-se em algumas situações que irritaram as torcidas adversárias. Mas é um honrado pai de família, um amigão de todos, sempre espalhando mensagens positivas. Começou no futsal e chegou ao Avaí ainda muito novo, logo promovido ao time profissional, iniciando uma bonita carreira. Estreou aos 17 anos, lançado pelo técnico Cuca e com 20 anos, transferiu-se para o Bayer Leverkusen.
Retornou ao Brasil e passou a defender grandes clubes: Paraná, Flamengo, Coritiba, Atlético-MG e São Paulo. No Santos, jogou ao lado de Neymar e Ganso e foi campeão Paulista e da Copa do Brasil. Em 2009 foi agraciado com o Troféu Gustavo Kuerten, eleito o melhor atleta de Santa Catarina. Em 2011, na segunda metade do ano, após ter participado da melhor campanha da história do Avaí na Copa do Brasil, chegando até a semifinal, Marquinhos transferiu-se para o Grêmio. Teve boa participação no time gaúcho, sendo titular e conquistado o título.
O atleta sempre considerou o Avaí a sua casa. “Meu sangue sempre será azul”, disse. Foram quatro passagens pelo Avaí, o time que o lançou para o futebol. Conquistou dois acessos à Série A, em 2014 e 2016. Marquinhos tem mais de 380 jogos com a camisa do Leão da Ilha. Foi homenageado pela direção do Avaí por ter se tornado o maior artilheiro do Estádio da Ressacada. Marquinhos foi campeão catarinense em 2009, vice-campeão brasileiro – Série B em 2016, Campeão da Taça Club Atlético Medellín e ainda foi Campeão Paulista de 2010 e Campeão da Copa do Brasil 2010 pelo Santos.
Torcedores estiveram na Câmara de Vereadores prestigiando o ídolo avaiano
Fonte: Avaí FC

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

A MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS FOI ATIVADA. Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos, antes de serem publicados pelo autor do Blog.

Odontokist

Arquivos do Blog

  ©André Tarnowsky Filho - Todos os direitos reservados.

Modificado por Marcos TOTÔ | Template by Dicas Blogger | Topo