sábado, 23 de maio de 2020

Bom dia, Azurras - nº 3.660

SITUAÇÃO AINDA MAIS GRAVE
Quando o Campeonato Catarinense foi paralisado, depois da última rodada no dia 15 de março, quando o Avaí empatou com o Concórdia e assumiu a liderança da competição, o quadro da pandemia era um, mas desde sempre, venho afirmando que nossa competição acabou...

E pior que isso, ainda que Santa Catarina tenha um quadro relativamente sob controle, o quadro nacional é muito pior, o que nos levou a entender que toda e qualquer competição seria ainda mais prejudicada.

Na semana da paralisação, sábado seguinte, 21 de março, inclui na Bom dia, Azurras, os números da COVID-19, inicialmente desprezada pelos dirigentes do futebol Catarinense, que se masturbavam na tentativa de recomeçar a competição de qualquer jeito, e pior que isso, fomentados por uma mídia tendenciosa, de conhecida ''pauta combinada''...

Verdade seja dita, o número crescente de casos acabou me fazendo mal, indo ao encontro do que já imaginava e externava, lamentavelmente, em dissonância com o que vinha sendo propalado na mídia convencional.

A nota triste veio no dia 26 de março, quando Santa Catarina conheceu sua primeira vítima do coronavírus, sem contar os números de casos confirmados que aumentavam a cada dia...

Com o avanço dos números, preferi deixar de lado as informações sobre casos, perdas, relacionadas a pandemia, deixando em postagem separada, a última do dia, sempre com números atualizados por fontes oficiais.

Lamentavelmente, ontem chegamos ao preocupante número de 6.458 casos confirmados de COVID-19, e pior, com 100 óbitos.

Se na semana que sucedeu a paralisação do Campeonato Catarinense já não via com bons olhos o retorno da competição, creio que agora a situação é ainda pior. Acabou.




INTERESSES
Claro que o mundo não pode parar, mas há que se ter um regramento para isso. O tal protocolo ensaiado pela FCF, com digitais do corpo clínico do Sul da Ilha, pode ser bonitinho, ter sotaque alemão, mas em hipótese alguma garante a segurança de quem quer que seja, além de onerar ainda mais os clubes.

Como já afirmado pelo mandatário da SC Clubes, se não voltar, o prejuízo será ainda maior. Pode ser, mas a afirmativa soou para mim apenas como uma colocação para preencher espaço, sem nada que pudesse ser respaldado.

Terão uma cota daqui, outra dali, mais uma de acolá, mas quem arcará com os custos? Os clubes, os mesmos clubes que com torcida no estádio não conseguiram obter lucro com as rendas?

Para completar, além de discursos vazios de agradecimentos, não li, não vi, nem ouvi, absolutamente nada que pudesse massagear o ego dos torcedores. Aliás, parece que egos massageados é coisa para pouquíssimos, se é que me entendem...




NÚMEROS AINDA MAIS VERGONHOSOS
A sexta rodada do Campeonato Catarinense foi outra vergonha financeira, uma farra para o cofre da FCF e, logicamente, para rechear o bolso das arbitragens e todos os staff que os envolve...

E os clubes? Eles que administrem seus ''rombos'' como acharem que devem, até porque, todos os dirigentes de clubes são coniventes com este exemplo fracassado de competição, que só causa prejuízo há anos aos cofres dos clubes... 




SEXTA RODADA

1) Brusque 1x0 Juventus: R$ -1.186,16
* FCF levou: R$ 3.958,00
* Arbitragem: R$ 4.600,00

* INSSR$ 764,00


2) Concórdia 4X1 TubarãoR$ -5.790,96
* FCF levou: R$ 853,00
* Arbitragem: R$ 10.608,00

* INSSR$ 1.548,00


3) Marcílio Dias 2x1 FigueirenseR$ 35.785,24
* FCF levou: R$ 8.717,50
* Arbitragem: R$ 6.939,00
* INSSR$ 1.136,00

4) Avaí 2x1 JoinvilleR$ -22.320,76
* FCF levou: R$ 5.144,10
* Arbitragem: R$ 6.719,00
* INSSR$ 1.189,00

5) Chapecoense 1x1 Criciúma: R$ -20.544,64
FCF levou: R$ 2.721,00
* Arbitragem: R$ 6.988,00

* INSSR$ 1.028,00

Como se pode perceber, há algo MUITO errado neste Campeonato Catarinense... 




LADO OBSCURO
O que estou colocando aqui, bom que se diga, é apenas o "saldo" da bilheteria, a renda líquida, bem como os 10% levados pela FCF, assim como o que morde a arbitragem com seus auxiliares e agregados, além do INSS, tudo bancado com o dinheiro do torcedor...

Porém, após terminar está série, vamos abordar o que os clubes chamam de ''despesa operacional'', que escapa ao bom senso de qualquer um...

Para se ter uma ideia, na partida do Avaí na sexta rodada, esse valor, como consta no boletim financeiro, foi ''apenas'' de R$ 23.538,84...

O valor pode até se justificar, mas num futebol falido como o nosso, há que se tomar uma atitude.




A LIÇÃO DO CHICO
''O que a gente não pode mesmo, nunca, de jeito nenhum... É amar mais ou menos, sonhar mais ou menos, ser amigo mais ou menos, namorar mais ou menos, ter fé mais ou menos, e acreditar mais ou menos. Senão a gente corre o risco de se tornar uma pessoa mais ou menos.'' Sábias palavras de Chico Xavier...






Saudações AvAiAnAs!

1 Comentário:

Gabriel disse...

Só pra sugerir mais um assunto a ser debatido, dêem só uma olhada nos três times que mais tiveram pênaltis marcados contra eles no Brasileirão...

https://globoesporte.globo.com/futebol/brasileirao-serie-a/noticia/ranking-mostra-clubes-com-mais-penaltis-contra-dos-701-marcados-em-brasileiroes-desde-2013.ghtml

Postar um comentário

A MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS FOI ATIVADA. Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos, antes de serem publicados pelo autor do Blog.

Odontokist

Arquivos do Blog

  ©André Tarnowsky - Todos os direitos reservados.

Modificado por Marcos TOTÔ | Template by Dicas Blogger | Topo