quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Bom dia, Azurras - nº 4.169

PERDENDO FORA DE CAMPO

Não é de hoje que aquelas lambanças realizadas pelo departamento de futebol a partir de meados de 2019 refletem nos atuais problemas do Avaí Futebol Clube, principalmente no que concerne aos salários, sempre atrasados, mesmo com toda a antecipação do dinheiro vindo da Europa pela venda do zagueiro Gabriel ao Arsenal.

 

É uma conta que ninguém entende, e até por isso foram rejeitadas, cuja “novela” segue em fase de defesa para o mandatário avaiano tentar justificar o injustificável, ou seja, ter gasto um dinheiro que não tinha e acima do orçado para o período...

 

Por essas e outras, na medida em que haja esse período longo sem jogos que o Avaí está tendo, surgem uma série de especulações, ou melhor, acabam abrindo espaço para que esses problemas voltem à tona, e até por isso a cobrança em cima do técnico e jogadores deve e precisa ser reavaliada.

 

Bola para alcançar o acesso, quiçá o título, esse elenco já demonstrou que tem, mas infelizmente outra vez nossos dirigentes parecem que estão mais preocupados com seus respectivos umbigos que propriamente com os destinos do clube...





O JOGO DA VIDA DO DRAGÃO

Talvez pouco tenham percebido o que disse nosso amigo Valdemir Ávila Júnior, sobre o confronto de sábado, Confiança x Avaí, ser o “jogo da vida” do Dragão sergipano.

 

E é mesmo! Em 2019, depois de 27 anos, o Confiança conseguiu o acesso para o Campeonato Brasileiro da Série B. No ano passado, até pelo longo tempo afastado das principais competições nacionais, não foi além do 15º lugar...

 

O panorama este ano não é bom: “zona de rebaixamento”, 19ª colocação, precisando de três rodadas perfeitas para fugir da degola, o que se desenha muito rapidamente...

 

Outro revés em casa, contra o Avaí, é carimbar o retorno para a Série C...





RIVALIDADE

Como em toda parte do Brasil, existem as rivalidades entre os clubes locais, os “clássicos”, como Avaí x Figueirense, Gre-Nal, Atle-Tiba, Fla-Flu, Vasco x Flamengo, Ba-Vi, e tantos outros, e em Aracaju é Sergipe x Confiança.

 

Ocorre que os clubes sergipanos estão longe  das séries A e B durante muito tempo, como citei acima, e até por isso, além da falta de investimentos, que estão nessa maré.

 

O Avaí pode deixar o lado vermelho de Aracaju contente no sábado, se vencer o lado azul do Confiança. Seria o indicativo de que o Dragão voltaria pra Série C, alegrando as festas de domingo, quando o Club Sportivo Sergipe completa 112 anos...





LONGE DA ELITE

O futebol sergipano ainda está longe de figurar entre os principais centros do país. O Confiança, por exemplo, depois de 27 anos, não consegue figurar na primeira parta da tabela de classificação na Série B, e o Sergipe não passou da segunda fase na Série D, onde estará outra vez em 2022.

 

O Diabo Rubro é o maior campeão sergipano com 36 títulos, inclusive o de 2021. O Dragão, por sua vez, tem em suas prateleiras, 22 conquistas estaduais para comemorar.

 

Ao que tudo indica, se o Avaí vencer no sábado, a agenda sergipana em termos de futebol terminará mais cedo este ano, e as duas equipes da bela capital Aracaju começarão a planejar 2022...





GREVE NO CRUZEIRO

Depois da partida contra o Confiança no próximo sábado, o Avaí voltará a jogar na Ressacada, onde recebe o Cruzeiro, no dia 22, sexta-feira, às 21h30min, e até por isso a imensa Nação Avaiana esteve ligadíssima na partida de terça, Cruzeiro 0x0 Botafogo, bom resultado para o Leão da Ilha.

 

Além de segurar o Fogão, a Raposa acabou perdendo pelo terceiro cartão amarelo os jogadores Giovanni, meio de campo, Adriano, volante, e o festejado técnico Vanderlei Luxemburgo...

 

Além de ver reduzidas à pó suas chances de acesso, o Cruzeiro se deparou com um outro problema “doméstico”: os jogadores resolveram paralisar os treinamentos em função dos salários atrasados.

 

Porém, desde já, em carta, informaram que seguirão honrando a camisa, ou seja, sem chances de WO, como ocorreu “doladelá”...





SEIS MESES

“Informamos que diante dos reiterados atrasos salariais neste ano de 2021, onde chegou ao ponto insustentável de termos até 6 (seis) meses de atrasos, o que demonstra a precária situação financeira a que estão expostos todos os funcionários, que atualmente estão sendo socorridos pelo auxílio/ajuda financeira dos atletas profissionais para manutenção das necessidades básicas de sobrevivência.”

 

...

 

“Faremos a paralisação dos treinamentos em voz a todos os colaboradores que amam o Clube e estão desamparados.


Infelizmente, ficou intolerável e injustificável a forma como atletas e funcionários estão sendo geridos.
Não aceitaremos essa negligência que tem afetado famílias que dedicam seu tempo, seu suor, seu esforço para cuidar, zelar, servir essa instituição tão amada Cruzeiro Esporte Clube.


Avante, Cruzeiro. Você é gigante.”

 

Trechos da carta publicada pelos jogadores do Cruzeiro na tarde de ontem.





SILÊNCIO NO SUL DA ILHA

Coincidentemente ou não, no Sul da Ilha a maré não está muito diferente, e ontem os atletas do elenco avaiano, em preparativos para a partida do próximo sábado contra o Confiança, em Aracaju, resolveram outra vez optar pelo “silêncio”, ou seja, mais um período sem dar entrevistas.

 

Coincidentemente ou não, em Lisboa, na “terrinha”, os mandatários de Avaí e Cruzeiro, estão palestrando para um “seleto” grupo de dirigentes, em sua maioria brasileiros...

 

Evento cuja organização tem as digitais de outro “avaiano”, Felipe Ximenes...

 

Vida que segue...





Saudações AvAiAnAs!

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

A MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS FOI ATIVADA. Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos, antes de serem publicados pelo autor do Blog.

Arquivos do Blog

  ©André Tarnowsky - Todos os direitos reservados.

Modificado por Marcostoto | Template by Dicas Blogger | Topo